Oração diária, Senhor, até os demônios nos obedecem por causa do teu nome... - Lc 10,17-24

Na liturgia diária de hoje lemos o Evangelho: Lc 10,17-24

Os setenta e dois discípulos voltaram alegres, mas Jesus lhes disse para não se alegrarem pelo bom êxito, e sim por terem seus nomes inscritos no céu.

Façamos a oração do dia: Pai, por ter meu nome inscrito no céu e por estar unido a ti, única fonte de vida e de libertação, ajuda-me a lutar contra o mal que mantém a humanidade cativa do egoísmo.

24ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico A

Liturgia do dia 03 de outubro de 2020

PRIMEIRA LEITURA: Jó 42,1-3.5-6.12-16

Leitura do Livro de Jó – 1Jó respondeu ao Senhor, dizendo: 2“Reconheço que podes tudo e que para ti nenhum pensamento é oculto. — 3Quem é esse que ofusca a Providência, sem nada entender? — Falei, pois, de coisas que não entendia, de maravilhas que ultrapassam a minha compreensão. 5Conhecia o Senhor apenas por ouvir falar, mas, agora, eu o vejo com meus olhos. 6Por isso me retrato e faço penitência no pó e na cinza”.
12O Senhor abençoou a Jó no fim de sua vida mais do que no princípio; ele possuía agora catorze mil ovelhas, seis mil camelos, mil juntas de bois e mil jumentas.
13Teve outros sete filhos e três filhas: 14a primeira chamava-se “Rola”, a segunda “Cássia”, e a terceira “Azeviche”. 15Não havia em toda a terra mulheres mais belas que as filhas de Jó. Seu pai lhes destinou uma parte da herança, entre os seus irmãos. 16Depois desses acontecimentos, Jó viveu cento e quarenta anos, e viu seus filhos e os filhos de seus filhos até a quarta geração. E Jó morreu velho e repleto de anos –

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 118,66.71.75.91.125.130

— Fazei brilhar vosso semblante ao vosso servo e ensinai-me vossas leis e mandamentos.
— Fazei brilhar vosso semblante ao vosso servo e ensinai-me vossas leis e mandamentos.

— Dai-me bom senso, retidão, sabedoria, pois tenho fé nos vossos santos mandamentos!

— Para mim foi muito bom ser humilhado, porque assim eu aprendi vossa vontade!

— Sei que os vossos julgamentos são corretos, e com justiça me provastes, ó Senhor!

— Porque mandastes, tudo existe até agora; todas as coisas, ó Senhor, vos obedecem!

— Sou vosso servo: concedei-me inteligência, para que eu possa compreender vossa Aliança!

— Vossa palavra, ao revelar-se, me ilumina, ela dá sabedoria aos pequeninos.

EVANGELHO:  Lc 10,17-24

– O Senhor esteja convosco.
– Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
– Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 17os setenta e dois voltaram muito contentes, dizendo: “Senhor, até os demônios nos obedeceram por causa do teu nome”.
18Jesus respondeu: “Eu vi Satanás cair do céu, como um relâmpago. 19Eu vos dei o poder de pisar em cima de cobras e escorpiões e sobre toda a força do inimigo. E nada vos poderá fazer mal. 20Contudo, não vos alegreis porque os espíritos vos obedecem. Antes, ficai alegres porque vossos nomes estão escritos no céu”.
21Naquele momento, Jesus exultou no Espírito Santo e disse: “Eu te louvo, Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste essas coisas aos sábios e inteligentes, e as revelaste aos pequeninos. Sim, Pai, porque assim foi do teu agrado.
22Tudo me foi entregue pelo meu Pai. Ninguém conhece quem é o Filho, a não ser o Pai; e ninguém conhece quem é o Pai, a não ser o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar”.
23Jesus voltou-se para os discípulos e disse-lhes em particular: “Felizes os olhos que veem o que vós vedes! 24Pois eu vos digo que muitos profetas e reis quiseram ver o que estais vendo, e não puderam ver; quiseram ouvir o que estais ouvindo, e não puderam ouvir”.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

Estão de volta os setenta e dois discípulos que Jesus enviou em missão. Voltaram alegres, mas Jesus lhes disse para não se alegrarem pelo bom êxito alcançado, e sim por terem seus nomes inscritos no céu. De fato, o êxito da ação missionária muitas vezes será o martírio e outras vezes acontecerá em meio a controvérsias e situações equívocas. Em 1645, 48 anos depois da chegada dos jesuítas e franciscanos no Rio Grande do Norte, interesses comerciais e questões religiosas causaram o martírio das comunidades católicas de Cunhau e Uruaçu. O trabalho dos primeiros missionários foi coroado pelo martírio de André de Soveral e de seus companheiros, cuja festa hoje celebramos.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

Colocamo-nos hoje na comunidade dos discípulos de Jesus que retornam da missão e se alegram pelas obras que foram realizadas em nome do Senhor. Jesus então os orienta para que não se deixem enganar pelo sucesso, mas perseverem nos valores do Reino. Acolhamos os ensinamentos do Mestre em nossa vida. Que Ele nos oriente ao longo do dia.
A Palavra nos faz enxergar a presença amorosa e bondosa do Senhor, nos fatos e acontecimentos da vida.

Leitura (Verdade)

Leia o texto e repita as palavras ou frases que mais chamaram sua atenção durante a leitura. Por quais motivos Jesus eleva ao Pai a sua prece de louvor? Faça memória de outras citações bíblicas que apresentam a missão dos discípulos.

“A missão de Jesus e dos discípulos é expulsar o mal, com todas as suas facetas. Esta não é uma tarefa negativa. É anunciando e vivendo a Boa-Nova que as forças do mal são coagidas a “bater em retirada”. É o evangelho da alegria e da salvação. Os setenta e dois fizeram esta experiência.

E Jesus pede a eles o dom da humildade. Tudo parte de Deus, através do Espírito Santo. Maria, no Magnificat, ensina esta lição, atribuindo todo bem que fazemos a Deus. Esta lição não pode ser esquecida hoje na Igreja. A autossuficiência nos leva a muita atividade e poucos resultados. O próprio Jesus assinala: “Sem mim, nada podeis fazer”. Somos servos inúteis, mas mesmo assim não temos o direito de ficar de braços cruzados.

Meditação (Caminho)

O Papa Francisco, nos exorta:

“Não deixemos que nos roubem o entusiasmo missionário!” Sim a uma espiritualidade missionária positiva, capaz de ver, no dia a dia, as pegadas de Deus na humanidade.

“Não deixemos que nos roubem a alegria da evangelização!” Sim a um dinamismo missionário que seja sal e luz, com leigos protagonistas e bem formados para essa tarefa.

“Não deixemos que nos roubem a esperança!” Sim a uma evangelização baseada na confiança para sermos fontes de água viva.

“Não deixemos que nos roubem a comunidade!” Sim a uma mística que promova a fraternidade e saiba ver uma grandeza sagrada em cada próximo.

“Não deixemos que nos roubem o ideal do amor fraterno!” Sim a uma espiritualidade que promova a reciprocidade, o diálogo, o testemunho da comunhão fraterna.

“Não deixemos que nos roubem a força missionária!” Sim à defesa e à promoção da vida em todas as suas formas no projeto do Reino de Deus.

Oração (Vida)

Ouvimos Deus que falou conosco por meio de sua Palavra. Agora, somos impelidos em direção àquele a quem temos ouvido. O que o texto bíblico o(a) inspira a dizer ao Senhor?

Conclua com a oração composta por São João Paulo II: “Senhor Jesus, concede-me crer firmemente no amor que Tu me revelaste e que doaste no teu Evangelho. Faze que eu ouça cada dia a tua voz que me chama a seguir-te para sentir sempre em mim os benefícios da tua redenção. Amém.”

Contemplação (Vida e Missão)

Não esquecer a dupla dimensão: rezar e trabalhar. Qual das recomendações do Papa Francisco você quer praticar com maior dedicação? Qual desses tesouros você quer vigiar para que não lhe seja roubado?

Bênção

O Senhor Jesus Cristo esteja ao meu lado para me sustentar,
Dentro de mim para me encorajar,
Diante de mim para me orientar,
Atrás de mim para me proteger,
Acima de mim para me abençoar.
Ele que vive e reina pelos séculos dos séculos. Amém.
Que a bênção de Deus Pai de amor e bondade desça sobre mim, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Confira a Homilia dominical.Clique aqui