Oração diária Existe árvore boa que dê frutos ruins?

23ª Semana Comum – Ano Litúrgico C

10 de setembro de 2016

ORAÇÃO DO DIA

Jesus Mestre, cremos com viva fé que estais aqui presente, para indicar-nos o caminho que leva ao Pai. Iluminai nossa mente, movei nosso coração, para que esta meditação produza em nós frutos de vida. Amém.

PRIMEIRA LEITURA: 1Cor 10,14-22

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios – 14Meus caríssimos, fugi da idolatria. 15Eu vos falo como a pessoas esclarecidas. Então, ponderai bem o que eu digo: 16O cálice da bênção, o cálice que abençoamos, não é comunhão com o sangue de Cristo? E o pão que partimos, não é comunhão com o corpo de Cristo? 17Porque há um só pão, nós todos somos um só corpo, pois todos participamos desse único pão.
18Considerai os filhos de Israel:­ Os que comem as vítimas sacrificais não estão em comunhão com o altar? 19Então, que dizer? Que a carne de um sacrifício idolátrico tem algum valor? Ou que o ídolo vale alguma coisa? 20Nada disso.
O que eu digo é que os idólatras oferecem seus sacrifícios aos demônios e não a Deus.
Ora, eu não quero que entreis em comunhão com os demônios. 21Vós não podeis beber do cálice do Senhor e da mesa dos demônios. 22Ou,

quem sabe, queremos excitar o zelo santo do Senhor? Somos porventura mais fortes do que ele? – Palavra do Senhor. – Graças a Deus

SALMO 115

          — Oferto ao Senhor um sacrifício de louvor.
— Oferto ao Senhor um sacrifício de louvor.

— Que poderei retribuir ao Senhor Deus por tudo aquilo que ele fez em meu favor? Elevo o cálice da minha salvação, invocando o nome santo do Senhor.

— Por isso oferto um sacrifício de louvor, invocando o nome santo do Senhor. Vou cumprir minhas promessas ao Senhor na presença de seu povo reunido.

EVANGELHO: 

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas.
          – Glória a vós, Senhor.

          Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 43“Não existe árvore boa que dê frutos ruins, nem árvore ruim que dê frutos bons. 44Toda árvore é reconhecida pelos seus frutos. Não se colhem figos de espinheiros, nem uvas de plantas espinhosas.
45O homem bom tira coisas boas do bom tesouro do seu coração. Mas o homem mau tira coisas más do seu mau tesouro, pois sua boca fala do que o coração está cheio. 46Por

que me chamais: ‘Senhor! Senhor!’, mas não fazeis o que eu digo?
47Vou mostrar-vos com quem se parece todo aquele que vem a mim, ouve as minhas palavras e as põe em prática. 48É semelhante a um homem que construiu uma casa: cavou fundo e colocou o alicerce sobre a rocha. Veio a enchente, a torrente deu contra a casa, mas não conseguiu derrubá-la, porque estava bem construída.
49Aquele, porém, que ouve e não põe em prática, é semelhante a um homem que construiu uma casa no chão, sem alicerce. A torrente deu contra a casa, e ela imediatamente desabou; e foi grande a ruína dessa casa”.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

Olho para fora e vejo a Lei gravada nas tábuas de pedra que Deus nos presenteou por meio de Moisés. A Lei permanece do lado de fora sinalizando o caminho. Olho agora para dentro e vejo minha opção de vida. Sei o que devo querer. Está lá nas tábuas de pedra, e sei que nem sempre quero porque não quero não querer. O que quero de forma circunstancial e o que quero de forma permanente é preciso esclarecer. Qual é o seu projeto fundamental de vida, o que você quer da existência. Daí brotam coisas boas e coisas ruins, traídas pela boca que fala o que não devia e faz com que os ouvidos ouçam o que não queriam. Nossa fala nos trai e deixa entrever a qualidade do coração. Coração é a sede da vontade, dos bons projetos, das decisões acertadas. O coração se cansa, dizem, se entristece e até morre de tristeza. “Por onde vai uma vida tão mal gasta, eis o que dói talvez no coração?” O pensamento, não a questão, é de Saramago em “Os poemas possíveis”. Do que está cheio o coração? De palavras, palavras, palavras que voam sem expressar a vida. Os fatos da existência. Senhor, Senhor, Senhor, repetimos, mas não fazemos o que ele quer, porque não olhamos para dentro. Do coração brota o que é bom, justo e agradável aos olhos de Deus.

Côn.

Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2016’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Neste novo dia, Jesus nos recorda: “Não existe árvore boa que dê frutos ruins, nem árvore ruim que dê frutos bons. Cada árvore se reconhece pelo seu fruto.” Para bem acolhermos os seus ensinamentos, peçamos: “Jesus Mestre, cremos com viva fé que estais aqui presente, para indicar-nos o caminho que leva ao Pai. Iluminai nossa mente, movei nosso coração, para que esta meditação produza em nós frutos de vida. Amém.”

Leitura (Verdade)
Faça uma leitura atenta do Evangelho. O que o texto diz? Quais imagens são utilizadas? A quem Jesus está instruindo? Qual é o apelo central do texto? Retome as expressões que mais chamaram sua atenção.
“O sermão da planície termina de forma semelhante ao sermão da montanha de Mateus (Mt 7,15-27). A conclusão do sermão da planície é um apelo à coerência interna, isto é, ao acordo de si consigo mesmo, e, consequentemente, à renúncia da hipocrisia. É acolhendo e pondo em prática o conjunto do ensinamento de Jesus que se produz fruto. ‘Fruto’, aqui, é um comportamento ético em conformidade com as exigências e os valores próprios do evangelho de Jesus Cristo. Os discursos pseudopersuasivos e as belas palavras podem levar a própria pessoa a viver na ilusão e a induzir os outros ao erro, como se a vida cristã reiterasse uma espiritualidade desencarnada. Ao contrário, a adesão livre à pessoa de Jesus Cristo exige um comportamento condizente com a vida que o Senhor propõe (Tg 3,13-18). A parábola das duas casas é a imagem da vida do fiel, a qual pode ser construída no esforço da escuta e da realização da palavra de Jesus Cristo, ou, então, no esquecimento de que a aceitação do ensinamento do Senhor exige uma conduta condizente (Tg 1,21-25)” (Reflexão de Pe. Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
“É grande o risco de o discipulado do Reino se reduzir a palavreado vazio e inconsistente, sem o devido respaldo do testemunho de vida. Para Jesus, não basta o discípulo dizer ‘Senhor, Senhor!’ para revelar a adesão ao Reino. É preciso muito mais! Falar e não fazer é a atitude insensata de quem, com toda facilidade, fracassará no primeiro confronto com o antirreino. Será mentiroso, quando a situação exige pessoas verdadeiras. Será egoísta, quando desafiado a ser generoso e compartilhar. Ficará calado diante da injustiça e da maldade, quando os fatos exigem ser corajoso defensor dos injustiçados e oprimidos. Nas circunstâncias em que é chamado a testemunhar sua condição de discípulo do Reino, fracassará inteiramente. Na direção contrária, quem está decidido a se pautar pelos ditames da fé, não fracassará quando se abaterem sobre ele as tempestades” (Trecho do livro “Dia a dia nos passos de Jesus – Ano B”, Paulinas Editora).

Oração (Vida)
Ofereça ao Senhor os frutos da sua oração, da sua meditação e da contemplação da Palavra. Apresente o desejo que brotou em seu coração e peça a graça de vivê-lo durante o dia. Faça sua prece de agradecimento ou pedido.
Conclua com a oração: “Jesus, divino Mestre, nós vos adoramos, Filho muito amado do Pai, caminho único para chegarmos a Ele. Nós vos louvamos e agradecemos, porque sois o exemplo que devemos seguir. Com simplicidade, queremos aprender de Vós o modo de ver, julgar e agir. Queremos ser atraídos por Vós, para que, caminhando nas vossas pegadas, possamos viver dia a dia a liberdade dos filhos de Deus e buscar, em tudo, a vontade do Pai. Aumentai nossa esperança, impulsionando plenamente o nosso ser e o nosso agir. Ajudai-nos a retratar em nossa vida a vossa imagem, para que assim vos possamos possuir eternamente no céu. Amém.”

Contemplação (Vida e Missão)
De que forma a Palavra de Deus estará presente neste seu dia? O que você deseja colocar em prática, segundo os ensinamentos de Jesus?

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

[apss_share]

AJUDE A MANTER O SITE NO AR !

Nosso site tem uma divida mensal e a cada dia está mais difícil manter o site no ar. Doe qualquer valor e você ira muito ajudar na manutenção e permanência do site no ar ! O seu gesto de amor ajudara muitos catequistas que visitam nosso site

FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR

PIX CHAVE CPF: 16800472808
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

ou

PIX CHAVE EMAIL: [email protected]
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Deus te abençoe !