Oração diária, Deus amou tanto o mundo que deu o seu Filho único - Jo 3,13-17
Faça uma doação de qualquer valor e ajude a manter o site no ar !

PIX CHAVE EMAIL: doacao@catequizar.com.br
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Na liturgia diária de hoje lemos o Evangelho: Jo 3,13-17

Deus Pai envia seu Filho, que nos traz o perdão e a graça. Por outro lado, na vida de cada um existem as cruzes do sofrimento. Deus não quer o sofrimento, mas podemos transformar nossas dores num caminho de salvação.

Façamos a oração do dia: Pai, ao exaltar a cruz de teu Filho Jesus, quero abrir meu coração para que ela frutifique em mim, renovando minha disposição de ser totalmente fiel a ti.

24ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico A

Liturgia do dia 14 de setembro de 2020

PRIMEIRA LEITURA: Nm 21,4b-9 ou Fl 2,6-11

Leitura do Livro dos Números – Naqueles dias, 4bos filhos de Israel partiram do monte Hor, pelo caminho que leva ao mar Vermelho, para contornarem o país de Edom. Durante a viagem o povo começou a impacientar-se, 5e se pôs a falar contra Deus e contra Moisés, dizendo: “Por que nos fizestes sair do Egito para morrermos no deserto? Não há pão, falta água, e já estamos com nojo desse alimento miserável”. 6Então o Senhor mandou contra o povo serpentes venenosas, que os mordiam; e morreu muita gente em Israel. 7O povo foi ter com Moisés e disse: “Pecamos, falando contra o Senhor

e contra ti. Roga ao Senhor que afaste de nós as serpentes”. Moisés intercedeu pelo povo, 8e o Senhor respondeu: “Faze uma serpente de bronze e coloca-a como sinal sobre uma haste; aquele que for mordido e olhar para ela, viverá”. 9Moisés fez, pois, uma serpente de bronze e colocou-a como sinal sobre uma haste. Quando alguém era mordido por uma serpente, e olhava para a serpente de bronze, ficava curado.

— Palavra do Senhor.
— Graças a Deus!

Ou (escolhe-se uma das leituras)

Primeira Leitura (Fl 2,6-11)

Carta de São Paulo apóstolo aos Filipenses.

6Jesus Cristo, existindo em condição divina, não fez do ser igual a Deus uma usurpação, 7mas ele esvaziou-se a si mesmo, assumindo a condição de escravo e tornando-se igual aos homens. Encontrado com aspecto humano, 8humilhou-se a si mesmo, fazendo-se obediente até a morte, e morte de cruz.
9Por isso, Deus o exaltou acima de tudo e lhe deu o Nome que está acima de todo nome. 10Assim, ao nome de Jesus, todo joelho se dobre no céu, na terra e abaixo da terra, 11e toda língua proclame: “Jesus Cristo é o Senhor” — para a glória de Deus Pai.

Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 78(77)

— Das obras do Senhor, ó meu povo, não te esqueças!
— Das obras do Senhor, ó meu povo, não te esqueças!

— Escuta, ó meu povo, a minha Lei, ouve atento as palavras que eu te digo; abrirei a minha boca em parábolas, os mistérios do passado lembrarei.

— Quando os feria, eles então o procuravam, convertiam-se correndo para ele; recordavam que o Senhor é sua rocha e que Deus, seu Redentor, é o Deus Altíssimo.

— Mas apenas o honravam com seus lábios e mentiam ao Senhor com suas línguas; seus corações enganadores eram falsos e, infiéis, eles rompiam a Aliança.

— Mas o Senhor, sempre benigno e compassivo, não os matava e perdoava seu pecado; quantas vezes dominou a sua ira e não deu largas à vazão de seu furor.

EVANGELHO:  Jo 3,13-17

– O Senhor esteja convosco.
– Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
– Glória a vós, Senhor.

Naquele

tempo, disse Jesus a Nicodemos: 13“Ninguém subiu ao céu, a não ser aquele que desceu do céu, o Filho do Homem. 14Do mesmo modo como Moisés levantou a serpente no deserto, assim é necessário que o Filho do Homem seja levantado, 15para que todos os que nele crerem tenham a vida eterna.

16Pois Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito, para que não morra todo o que nele crer, mas tenha a vida eterna. 17De fato, Deus não enviou o seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por ele”.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

A cruz de Jesus Cristo encontrada por Santa Helena em Jerusalém é erguida e apresentada ao povo fiel, que a contempla com amor e gratidão. Ela é o altar no qual o corpo do Senhor Jesus foi oferecido em sacrifício para a salvação do mundo. Aos pés da cruz ouvimos hoje as palavras de Jesus a Nicodemos, conservadas no Evangelho de João. O Crucificado conhece o céu. Veio de lá e para lá está voltando. Fala do que conhece. Transmite o que viu. Ele foi levantado na cruz para que tenha a vida eterna quem nele crer. Nós cremos nele e cremos que, terminada nossa peregrinação neste mundo, nossa vida desabrochará na eternidade. Cremos que teremos a vida eterna. Quem nele crê não perece. O Pai não se deu ao trabalho de enviar o Filho até nós para nos condenar. Ele não veio condenar o mundo. Veio salvá-lo. A serpente de bronze que Moisés levantou no deserto para curar o povo do veneno das serpentes foi sinal e figura do que viria depois: Jesus, o Filho do Homem, erguido na cruz. A serpente continua destilando seu veneno e a cruz continua erguida para nos curar. Os braços permanentemente abertos de Jesus nos convidam a nos aproximarmos do trono da graça. Sem medo e confiantes. Faça o sinal da cruz, tenha a cruz na parede do quarto. Sinta nela a ternura do coração traspassado.Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2020’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

Hoje celebramos a Exaltação da Santa Cruz. Iniciemos a nossa oração traçando sobre nós esse grande sinal de nossa fé, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!

“Senhor nosso Deus, que pela ação de teu espírito possamos compreender a tua Palavra.”

Leitura (Verdade)

“Ninguém subiu ao céu senão aquele que desceu do céu: o Filho do Homem.” Faça a leitura do Evangelho lenta e atentamente, quantas vezes julgar necessário. Reflita bem sobre o sentido de cada versículo, repita aqueles que mais lhe chamaram atenção e procure identificar a mensagem central do texto.

“Símbolo do sofrimento e da maldição, a cruz tornou-se um ícone sagrado no cristianismo. Isto porque ela é associada ao crucificado e ressuscitado. Moisés levantou uma serpente de bronze no deserto. Quem olhava para a serpente, vivia.

Quem olhar para o Filho do Homem na cruz, viverá. A cruz envolve um projeto de amor: Deus Pai envia seu Filho, que nos traz o perdão e a graça. Por outro lado, na vida de cada um existem as cruzes do sofrimento. Deus não quer o sofrimento, mas podemos transformar nossas dores num caminho de salvação. Milhões de cruzes, no mundo, lembram o perdão e o triunfo do bem. Porém, existem hoje milhões de crucificados que esperam nosso olhar e nosso ombro para ajudá-los a carregar sua cruz.” (Viver a Palavra – 2020. Frei Aldo Colombo – Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)

O que o texto diz para mim?
Aproxime-se da Palavra novamente, faça a meditação buscando compreender o que o Evangelho de hoje diz a você. Escutar a Palavra é escutar o Senhor, que fala conosco por meio dela. Leia novamente o texto bíblico e faça silêncio por alguns instantes, deixando-se tocar por Deus.

Oração (Vida)

O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? Faça a sua oração a partir do que a Palavra despertou em você, para que ela se torne vida em sua vida.
Agradeça tudo o que a Palavra permitiu compreender e vivenciar do mistério de Cristo.

“Jesus, divino Mestre, nós vos adoramos, Filho unigênito de Deus, vindo ao mundo para dar às pessoas a vida em plenitude. Nós vos louvamos e agradecemos, porque morrestes na cruz para obter-nos a vida divina que nos comunicais no batismo e alimentais com a Eucaristia e os outros sacramentos. Vivei em nós, Jesus, pelo vosso Espírito, para que vos amemos com todo o nosso ser e amemos o próximo como a nós mesmos no vosso amor. Fazei crescer em nós esse amor para que um dia, ressuscitados, partilhemos convosco a alegria do Reino dos céus. Amém.”

Contemplação (Vida e Missão)

Qual novo olhar nasceu em você, a partir da Palavra? O que a Palavra o(a) leva a experimentar? O que ela deixa em seu coração, para ser vivido neste dia?

Bênção

  • O Senhor Deus nosso Pai esteja sempre conosco.
  • Ele está no meio nós.

Oremos: “Senhor nosso Deus, Que enviastes Vosso Filho ao mundo Para curar as nossas enfermidades, Levar sobre Si as nossas dores, Redimir nossos pecados e Nos dar a Vida Eterna que vem de Vós, Tendes Piedade de nós!

Deus Misericordioso, Que cuida de todas as Vossas Criaturas, Atendei as nossas suplicas, e Segundo a Vossa Vontade, Protegei o Vosso Povo, Oprimido por essa doença terrível. Guardai e mantenhais a saúde daqueles Que não contraíram essa doença e Dai Senhor, aos que a contraíram, Paciência fortalecida, fé renovada e A cura desse mal, Para que todos nós desfrutemos De plena e duradoura saúde! Por Jesus Cristo nosso Senhor.” Amém.

Todo o Louvor, toda a Honra, toda a Gratidão, Toda a Fé, toda a Confiança, Toda a Adoração e toda a Glória Sejam dadas aos Senhor nosso Deus, Agora e para sempre! Em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo! Amém.

Confira a Homilia dominical.Clique aqui