Oração diária, Senhor, purifica-me! - Mc 1,40-45

Na liturgia diária de hoje lemos o Evangelho: Mc 1,40-45

Façamos a oração do dia: Senhor Jesus, move meu coração para fazer o bem a quem precisa de misericórdia. Que eu seja tua presença amorosa junto deles.

1ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico C

Liturgia do dia 13 de janeiro de 2022

PRIMEIRA LEITURA: 1Sm 4,1-11

Leitura do Primeiro Livro de Samuel.

1Naqueles dias, os filisteus reuniram-se para fazer guerra a Israel. Israel saiu ao encontro dos filisteus, acampando perto de Eben-Ezer, enquanto os filisteus, de sua parte, avançaram até Afec 2e puseram-se em linha de combate diante de Israel.

Travada a batalha, Israel foi derrotado pelos filisteus. E morreram naquele combate, em campo aberto, cerca de quatro mil homens. 3O povo voltou ao acampamento e os anciãos de Israel disseram: “Por que fez o Senhor que hoje fôssemos vencidos pelos filisteus? Vamos a Silo buscar a arca da aliança do Senhor para que ela esteja no meio de nós e nos salve das mãos dos nossos inimigos”.

4Então o povo mandou trazer de Silo a arca da aliança do Senhor todo-poderoso, que se senta sobre querubins. Os dois filhos de Eli, Hofni e Fineias, acompanhavam a arca. 5Quando a arca da aliança do Senhor chegou ao acampamento, todo Israel rompeu num grande clamor, que ressoou por toda a terra.

6Os

filisteus, ouvindo isso, diziam: “Que gritaria é essa tão grande no campo dos hebreus?” E souberam que a arca do Senhor tinha chegado ao acampamento.

7Os filisteus tiveram medo e disseram: “Deus chegou ao acampamento!” E lamentavam-se: 8“Ai de nós! Porque os hebreus não estavam com essa alegria nem ontem nem anteontem. Ai de nós! Quem nos salvará da mão desses deuses tão poderosos? Foram eles que afligiram o Egito com toda espécie de pragas no deserto. 9Mas coragem, filisteus, portai-vos como homens, para que não vos torneis escravos dos hebreus como eles o foram de vós! Sede homens e combatei!

10Então os filisteus lançaram-se à luta, Israel foi derrotado e cada um fugiu para a sua tenda. O massacre foi grande: do lado de Israel tombaram trinta mil homens. 11A arca de Deus foi capturada e morreram os dois filhos de Eli, Hofni e Fineias.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

SALMO 44(43) 

— Libertai-nos, Senhor, pela vossa compaixão!

— Libertai-nos, Senhor, pela vossa compaixão!

— Porém, agora nos deixastes e humilhastes, já não saís com nossas tropas para a guerra! Vós nos fizestes recuar ante o inimigo, os adversários nos pilharam à vontade.

De nós fizestes o escárnio dos vizinhos, zombaria e gozação dos que nos cercam; para os pagãos somos motivo de anedotas, zombam de nós a sacudir sua cabeça.

— Levantai-vos, ó Senhor, por que dormis? Despertai! Não nos deixeis eternamente! Por que nos escondeis a vossa face e esqueceis nossa opressão, nossa miséria?

EVANGELHO: Mc 1,40-45

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 40um leproso chegou perto de Jesus, e de joelhos pediu: “Se queres, tens o poder de curar-me”. 41Jesus, cheio de compaixão, estendeu a mão, tocou nele, e disse: “Eu quero: fica curado!” 42No mesmo instante, a lepra desapareceu, e ele ficou curado. 43Então Jesus o mandou logo embora, 44falando com firmeza: “Não contes nada disso a ninguém! Vai, mostra-te ao sacerdote e oferece, pela tua purificação, o que Moisés ordenou, como prova para eles!”

45Ele

foi e começou a contar e a divulgar muito o fato. Por isso Jesus não podia mais entrar publicamente numa cidade: ficava fora, em lugares desertos. E de toda parte vinham procurá-lo.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

A situação dos leprosos era trágica nos tempos bíblicos (Lv 13). Leproso devia ficar isolado e impedir que alguém se aproximasse dele. Leproso era como morto. Ninguém podia tocar num leproso. A palavra/ação de Jesus, no entanto, põe a pessoa acima da Lei. Jesus se compadece e toca no leproso. Curar um leproso era como ressuscitar um morto. Jesus, então, se retira para lugares ermos, ou seja, não quer a fama de milagreiro, e assume o lugar do leproso que saiu do lugar deserto e voltou ao convívio comunitário. O leproso curado deve se apresentar ao sacerdote; gesto que servirá de testemunho para ele.

O sacerdote é representante oficial da Lei. A Lei exclui. Jesus reintegra. Logo, acontece aí um confronto entre a religião oficial e a palavra/ação de Jesus. Isso tem um preço. Ele se retira. Hoje existem, como outrora, pessoas que carregam o pesado fardo da exclusão, inclusive religiosa. A ação da Igreja deve buscar os excluídos de toda sorte. Assim é fiel à prática de Jesus.

Frei Bruno Godofredo Glaab, ‘A Bíblia dia a dia 2022’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

Jesus enche-se de compaixão por um leproso, estende a mão para ele e o toca. Jesus espera de nós essa atitude de compaixão para com os necessitados. Abrindo nosso coração, façamos nossa oração com esta Palavra que nos acompanhará durante o dia.
Oremos: “Divino Espírito Santo, amor eterno do Pai e do Filho, rompe todo tipo de preconceito diante das pessoas necessitadas. Amém.”

Leitura (Verdade)

O que diz o texto? Faça a leitura do relato bíblico diversas vezes, destacando os verbos e os personagens que aparecem na narrativa. Atente-se ao que está acontecendo no Evangelho: O que Jesus está fazendo? Qual é a sua mensagem?

“O leproso é um representante do pecador. Essa é a sorte do pecador, sua pena, como explicou São Paulo: a morte. Na cruz, Jesus tomou nosso lugar. Ele o fez oferecendo-se a si mesmo ao Pai, como humano que era e como Deus verdadeiro que sempre foi. O Pai recebeu essa oferenda expiatória: seu Filho, humano e divino, ofereceu sua vida, morreu em nosso lugar. Foi expiada nossa culpa. Note como termina o Evangelho de hoje. Jesus já não podia entrar na cidade, tinha que ficar fora, em lugares desertos. Ele assumiu o lugar do leproso. O leproso é quem devia ficar fora, excluído, marginalizado. Jesus tomou nosso lugar de pecador, de leproso, e ficou do lado de fora”.

Meditação (Caminho)

O que o texto diz a você? Neste momento de meditação, você é convidado(a) a escutar o Senhor, que fala com você por meio da Palavra. Leia novamente o Evangelho e deixe-se tocar diretamente por ele. Neste momento, é importante que você esteja atento(a) àquilo que está meditando, pois é o Senhor quem está falando com você por meio de sua Palavra.
“Se queres podes curar-me”
Quais são ‘doenças’ das quais preciso de cura?
Confiou que o Senhor tem o poder de me curara?

Oração (Vida)

O que o texto o(a) leva a dizer a Deus?
Todos os necessitados encontram em jesus alento, cura e força em suas limitações.
Apresente a Deus, Pai de amor e bondade, sua súplica ou agradecimento…
Confiei no Senhor, que não se cansa de nos oferecer seu amor a quem se aproxima com humildade.

Contemplação (Vida e Missão)

Jesus cheio de compaixão estendeu a mão e disse: “Eu quero: fique curado”.
“Vai mostrar-te ao sacerdote e oferece, pela tua purificação, o que Moises ordenou como prova para eles.”
O que quero oferecer a minha comunidade, hoje, como prova do amor de Deus para comigo?

Bênção

– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

AJUDE A MANTER O SITE NO AR !

Nosso site tem uma divida mensal e a cada dia está mais difícil manter o site no ar. Doe qualquer valor e você ira muito ajudar na manutenção e permanência do site no ar ! O seu gesto de amor ajudara muitos catequistas que visitam nosso site

FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR

PIX CHAVE CPF: 16800472808
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

ou

PIX CHAVE EMAIL: [email protected]
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Deus te abençoe !