Oração diária, Senhor, a quem iremos nós? - Jo 6,60-69

Na liturgia diária de hoje lemos o Evangelho: Jo 6,60-69

Façamos a oração do dia: Senhor Jesus, estou disposto a seguir-te sempre, pois só tu tens palavras de vida eterna.

21º Domingo do Tempo Comum  – Ano Litúrgico B

Liturgia do dia 22 de agosto de 2021

PRIMEIRA LEITURA: Js 24,1-2a.15-17.18b 

Leitura do Livro de Josué:

Naqueles dias, 1Josué reuniu em Siquém todas as tribos de Israel e convocou os anciãos, os chefes, os juízes e os magistrados, que se apresentaram diante de Deus. 2aEntão Josué falou a todo o povo:

15“Se vos parece mal servir ao Senhor, escolhei hoje a quem quereis servir: se aos deuses, a quem vossos pais serviram na Mesopotâmia, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra habitais. Quanto a mim e à minha família, nós serviremos ao Senhor”.

16E o povo respondeu, dizendo: “Longe de nós abandonarmos o Senhor para servir a deuses estranhos. 17Porque o Senhor, nosso Deus, ele mesmo é quem nos tirou, a nós e a nossos pais, da terra do Egito, da casa da escravidão. Foi ele quem realizou esses grandes prodígios diante de nossos olhos, e nos guardou por todos os caminhos, por onde peregrinamos, e no meio de todos os povos pelos quais passamos. 18bPortanto, nós também serviremos ao Senhor, porque ele é o nosso Deus”.

Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

SALMO 34(33)

— Provai e vede quão suave é o Senhor!

— Provai e vede quão suave é o Senhor!

— Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo,/ seu louvor estará sempre em minha boca./ Minha alma se gloria no Senhor,/ que ouçam os humildes e se alegrem!

— O Senhor pousa seus olhos sobre os justos,/ e seu ouvido está atento ao seu chamado;/ mas ele volta a sua face contra os maus,/ para da terra apagar sua lembrança.

— Clamam os justos, e o Senhor bondoso escuta/ e de todas as angústias os liberta./ Do coração atribulado ele está perto/ e conforta os de espírito abatido.

— Muitos males se abatem sobre os justos,/ mas o Senhor de todos eles os liberta./ Mesmo os seus ossos ele os guarda e os protege,/ e nenhum deles haverá de se quebrar.

— A malícia do iníquo leva à morte,/ e quem odeia o justo é castigado./ Mas o Senhor liberta a vida dos seus servos,/ e castigado não será quem nele espera.

SEGUNDA LEITURA:  Ef 5,21-32 

Leitura da Carta de São Paulo aos Efésios:

Irmãos: 21Vós, que temeis a Cristo, sede solícitos uns para com os outros. 22As mulheres sejam submissas aos seus maridos como ao Senhor. 23Pois

o marido é a cabeça da mulher, do mesmo modo que Cristo é a cabeça da Igreja, ele, o Salvador do seu Corpo. 24Mas, como a Igreja é solícita por Cristo, sejam as mulheres solícitas em tudo pelos seus maridos.

25Maridos, amai as vossas mulheres, como o Cristo amou a Igreja e se entregou por ela. 26Ele quis assim torná-la santa, purificando-a com o banho da água unida à Palavra. 27Ele quis apresentá-la a si mesmo esplêndida, sem mancha nem ruga, nem defeito algum, mas santa e irrepreensível. 28Assim é que o marido deve amar a sua mulher, como ao seu próprio corpo. Aquele que ama a sua mulher ama-se a si mesmo.

29Ninguém jamais odiou a sua própria carne. Ao contrário, alimenta-a e cerca-a de cuidados, como o Cristo faz com a sua Igreja; 30e nós somos membros do seu corpo!

31Por isso o homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá à sua mulher, e os dois serão uma só carne. 32Este

mistério é grande, e eu o interpreto em relação a Cristo e à Igreja.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

EVANGELHO: Jo 6,60-69

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 60muitos dos discípulos de Jesus, que o escutaram, disseram: “Esta palavra é dura. Quem consegue escutá-la?”

61Sabendo que seus discípulos estavam murmurando por causa disso mesmo, Jesus perguntou: “Isto vos escandaliza? 62E quando virdes o Filho do Homem subindo para onde estava antes? 63O Espírito é que dá vida, a carne não adianta nada. As palavras que vos falei são espírito e vida. 64Mas entre vós há alguns que não creem”.

Jesus sabia, desde o início, quem eram os que não tinham fé e quem havia de entregá-lo.

65E acrescentou: “É por isso que vos disse: ninguém pode vir a mim, a não ser que lhe seja concedido pelo Pai”. 66A partir daquele momento, muitos discípulos voltaram atrás e não andavam mais com ele. 67Então, Jesus disse aos doze: “Vós também vos quereis ir embora?”

68Simão Pedro respondeu: “A quem iremos, Senhor? Tu tens palavras de vida eterna. 69Nós cremos firmemente e reconhecemos que tu és o Santo de Deus”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

“A quem iremos, Senhor? Tu tens palavras de vida eterna. Nós cremos firmemente e reconhecemos que tu és o Santo de Deus.” Ficamos, não porque compreendemos, mas porque te amamos e te aceitamos. Cremos em ti e em tuas palavras. Foi o Senhor quem disse: “Isto é meu corpo. Este é o cálice do meu sangue, o sangue da nova aliança”. Podemos não compreender como as coisas acontecem, mas sabemos, porque Jesus o disse, que aquele pão já não é pão, é o Corpo de Cristo, que aquele vinho já não é vinho, é seu Sangue por nós derramado.

Se não aceitarmos o que ele disse, dele nos afastando, a quem iremos? Vamos procurar quem diga o contrário ou que não é bem assim, que é apenas um símbolo, que é seu corpo, mas o pão continua pão? Ficamos com a palavra de Cristo como nos foi transmitida desde o princípio. Assim terminamos a leitura do capítulo sexto de São João, com a profissão de fé feita por Simão Pedro: “Só tu tens palavras de vida eterna”. “Longe de nós abandonarmos o Senhor para servirmos a deuses estranhos”, disse o povo a Josué em Siquém. “Serviremos ao Senhor porque ele é nosso Deus.”

O povo professa a sua fé no Deus de Israel a partir do grande sinal feito por ele e visto por todos: “O Senhor nosso Deus foi quem nos tirou, a nós e a nossos pais, da terra do Egito, da casa da escravidão”. Muitos discípulos abandonaram Jesus e não andavam mais com ele. Abandonaram aquele que lhes oferecia sua própria vida em resgate de qualquer tipo de escravidão. Não perceberam o alcance do que Jesus lhes oferecia.

Acharam dura a sua palavra. Sem dúvida estamos diante de um mistério, o da Eucaristia, que a simples inteligência não capta na sua plenitude. Aceitando a pessoa de Jesus, aceitaremos sua presença no sacramento. A união dos esposos é símbolo da realidade eucarística. O mistério do matrimônio é grande em relação a Cristo e à Igreja. Cristo, cabeça do corpo que é a Igreja, “alimenta e cerca sua Igreja de cuidado”. Ele a alimenta com sua presença eucarística.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2021’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

Liturgia do 21º domingo do Tempo Comum. Celebramos hoje a vocação do leigo cristão. Como Simão Pedro, também nós hoje afirmamos: “A quem iremos, Senhor? Tu tens palavras de vida eterna”. Que a Palavra nos fortaleça no testemunho de nossa fé. Que o Espírito Santo nos conduza em nossa oração e nos dê força para seguir Jesus, mesmo quando sua palavra é dura, difícil de compreender.

Leitura (Verdade)

Leia o Evangelho deste Domingo e observe as exigências e os desafios que o programa de vida proposto por Jesus comporta.

“Não podemos crer apenas pela metade; ou acreditamos ou não acreditamos. Josué expõe a questão ao povo: “Escolhei a quem quereis servir”. “Nós queremos servir o Senhor”, proclamou o povo. No Evangelho de hoje, é apresentada, de novo, a questão: crer ou não crer? A crise, agora, não afeta os adversários de Jesus, mas os próprios discípulos. Alguns acharam que a palavra era muito dura e, a partir daquele momento, não andavam mais com ele. Pedro, embora com dúvidas, vai direto ao centro da questão: “Tu tens palavras de vida eterna”. Não precisamos entender ou concordar com a verdade. A razão de nossa fé é a adorável pessoa de Jesus. Nós cremos porque ele falou. Não compete a nós discutir a verdade, mas aceitá-la.”

Meditação (Caminho)

Que provocações este Evangelho me faz?
Como você acolhe as palavras e ensinamentos de Jesus em sua vida? Quais são os gestos que Jesus o(a) convida a ter? O que representa para você a afirmação de Pedro: “A quem iremos, Senhor? Tu tens palavras de vida eterna.”?

Oração (Vida)

Oração do Ano Nacional do Laicato: “Ó Trindade Santa, Amor pleno e eterno, que estabelecestes a Igreja como vossa ‘imagem terrena’: nós vos agradecemos pelos dons, carismas, vocações, ministérios e serviços que todos os membros do vosso povo realizam como ‘Igreja em saída’, para o bem comum, a missão evangelizadora e a transformação social, no caminho do vosso Reino.

Nós vos louvamos pela presença e organização dos cristãos leigos e leigas no Brasil, sujeitos eclesiais, testemunhas de fé, santidade e ação transformadora. Nós vos pedimos que os batizados atuem como sal da terra e luz do mundo: na família, no trabalho, na política e na economia, nas ciências e nas artes, na educação, na cultura e nos meios de comunicação; na cidade, no campo e em todo o planeta, nossa ‘casa comum’.

Nós vos rogamos que todos contribuam para que os cristãos leigos e leigas compreendam sua vocação e identidade, espiritualidade e missão, e atuem de forma organizada na Igreja e na sociedade à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres. Isto vos suplicamos pela intercessão da Sagrada Família, Jesus, Maria e José, modelos para todos os cristão. Amém!”

Contemplação (Vida e Missão)

Que apelo a palavra de Deus despertou em meu coração? Viver e testemunhar a fé, sem medo. Como vou atingir este propósito?

Bênção

Deus Pai do céu me abençoe e me cuide
Esteja à minha frente para me mostrar o caminho correto.
Atrás de mim para me sustentar em todas as dificuldades e desafios
Acima de mim para me proteger contra os perigos que vem do alto
Que Deus esteja em meu coração como chama ardente, e que a luz dele ilumine minha vida e aqueça meus bons desejos e fortaleça minha vontade para a virtude.
Que Ele me cerque por todos os lados e não permita que me afaste dele. Amém

AJUDE A MANTER O SITE NO AR !

Nosso site tem uma divida mensal e a cada dia está mais difícil manter o site no ar. Doe qualquer valor e você ira muito ajudar na manutenção e permanência do site no ar ! O seu gesto de amor ajudara muitos catequistas que visitam nosso site

FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR

PIX CHAVE CPF: 16800472808
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

ou

PIX CHAVE EMAIL: [email protected]
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Deus te abençoe !