Liturgia diária, Elias já veio, e não o reconheceram - Mt 17,10-13

Na liturgia diária de hoje lemos o Evangelho: Mt 17,10-13

Façamos a oração do dia: Pai, desfaze tudo quanto me impede de reconhecer em teu Filho Jesus, despojado de qualquer ambição mundana, a manifestação de teu amor pela humanidade.

2ª Semana do Advento – Ano Litúrgico C

Liturgia do dia 11 de dezembro de 2021

PRIMEIRA LEITURA: Eclo 48,1-4.9-11  

Leitura do Livro do Eclesiástico.

Naqueles dias, 1o profeta Elias surgiu como um fogo, e sua palavra queimava como uma tocha. 2Fez vir a fome sobre eles e, no seu zelo, reduziu-os a pouca gente. 3Pela palavra do Senhor fechou o céu e de lá fez cair fogo por três vezes. 4Ó Elias, como te tornaste glorioso por teus prodígios! Quem poderia gloriar-se de ser semelhante a ti?

9Tu foste arrebatado num turbilhão de fogo, num carro de cavalos também de fogo, 10tu, nas ameaças para os tempos futuros, foste designado para acalmar a ira do Senhor antes do furor, para conduzir o coração do pai ao filho, e restabelecer as tribos de Jacó. 11Felizes os que te viram, e os que adormeceram na tua amizade!

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

SALMO 80(79)

— Convertei-nos, ó Senhor, resplandecei a vossa face e nós seremos salvos!

— Convertei-nos, ó Senhor, resplandecei a vossa face e nós seremos salvos!

Pastor de Israel, prestai ouvidos. Vós que sobre os querubins vos assentais. Despertai vosso poder, ó nosso Deus, e vinde logo nos trazer a salvação!

— Voltai-vos para nós, Deus do universo! Olhai dos altos céus e observai. Visitai a vossa vinha e protegei-a! Foi a vossa mão direita que a plantou; protegei-a e ao rebento que firmastes!

— Pousai a mão sobre o vosso Protegido, o filho do homem que escolhestes para vós! E nunca mais vos deixaremos, Senhor Deus! Dai-nos vida, e louvaremos vosso nome!

EVANGELHO: Mt 17,10-13

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Ao descerem do monte, 10os discípulos perguntaram a Jesus: “Por que os mestres da Lei dizem que Elias deve vir primeiro?” 11Jesus respondeu: “Elias vem e colocará tudo em ordem. 12Ora, eu vos digo: Elias já veio, mas eles não o reconheceram. Ao contrário, fizeram com ele tudo o que quiseram. Assim também o Filho do Homem será maltratado por eles”. 13Então os discípulos compreenderam que Jesus lhes falava de João Batista.

Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

A pergunta dos discípulos tem razão de ser: “Por que dizem os escribas que Elias deve vir primeiro?”. Assim ensinavam em Israel: antes que viesse o Messias, viria Elias, o profeta. A pergunta, porém, oculta uma dúvida. Jesus tinha feito o anúncio de sua paixão e morte. Disse aos discípulos que “era necessário ele ir a Jerusalém e sofrer muito por parte dos anciãos, dos chefes dos sacerdotes e dos escribas, ser morto e ressuscitar ao terceiro dia”. Pedro reagiu, e Jesus acrescentou que para segui-lo era preciso negar a si mesmo e tomar a sua cruz. Certamente, era tudo o que os discípulos não queriam ouvir; por isso a reação de Pedro. Não que estivessem preocupados naquele momento com o sofrimento de Jesus. Estavam preocupados consigo mesmos. Não teriam se enganado de Messias? Os judeus não imaginavam um Messias sofredor. O Messias seria glorioso e viria com poder para restaurar o trono de Davi. Não para sofrer, ser rejeitado e morrer. Ressuscitar? Nem ouviram a palavra! Será este o verdadeiro Messias, o Cristo de Deus? Se for, onde está Elias? Não deve ele preceder a vinda de Cristo? Se ainda não veio, estamos liberados. Podemos esperar por outro. O próprio João Batista na prisão fez essa pergunta: “É você o que deve vir, ou temos que esperar por outro?”. A resposta de Jesus foi direta. Elias já veio, mas não o reconheceram.

id="h-leitura-orante">LEITURA ORANTE

Oração Inicial

Pela escuta e pela meditação da Palavra, somos convidados a acolher o Senhor que vem a nós. Ele é o Messias esperado, o prometido por Deus para a redenção de Israel. Que o Espírito Santo venha em nosso auxílio e nos mostre o caminho que devemos seguir para que a Palavra se realize na vida de cada um de nós neste tempo do Advento.
Rezemos: “Senhor Jesus Cristo, envia sobre nós, como prometeste, teu Espírito Santo. Que Ele nos conceda a vida e nos ensine a plenitude da verdade. Que nele encontremos a salvação, a felicidade e a plenitude de amor. Amém.”

Leitura (Verdade)

Ao ler o Evangelho observe quais personagens são citados? A quem Jesus está instruindo? Qual é o apelo central da Palavra de hoje? Retome as expressões que chamaram sua atenção.

“Em Mateus, o Filho de Deus glorioso, no Monte da Transfiguração, é o mesmo Filho do Homem sofredor do calvário. O Crucificado é o Ressuscitado. A morte e a ressurreição, por enquanto, permanecem obscuras aos discípulos. Depois da experiência pascal, os discípulos entenderão o projeto salvador e o comunicarão aos demais. O retorno de Elias poderia despertar expectativas gloriosas de restauração nacional. A missão do novo Elias – preparar o povo para Deus – não foi reconhecida pelos judeus. Incapazes de uma nova leitura, eles se fixaram no passado e, por isso, se autoexcluíram da Boa-Nova. Podem ser comparados a viajantes que morrem de sede à beira de um poço de águas puras. É o preço pago pelo orgulho e pela autossuficiência”. 

Meditação (Caminho)

O que o texto diz para mim? Reconheço o Senhor Jesus como o Messias esperado pelas nações? Qual apelo a Palavra desperta em meu coração nesta caminhada de preparação para o Natal?
Faça alguns instantes de silêncio, acolha a Palavra na profundidade da sua mente e do seu coração e permita que ela o(a) interpele e o(a) transforme.

Oração (Vida)

“Nós vos pedimos, ó Pai de bondade, que a vossa graça sempre nos preceda e acompanhe, para que, esperando ansiosamente a vinda de vosso Filho, possamos obter a revelação necessária para vivermos segundo a vossa vontade. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém”

Contemplação (Vida e Missão)

Contemplo como o povo de Israel vivia a expectativa do Messias. Eu, hoje, como vivo minha fé nas promessas de Deus? Determino alguma atitude concreta que me ajude celebrar este Natal com solidariedade e fé cristã.

Bênção

Ó Pai, pousai vossa mão divina sobre vosso povo e fortalecei-o na esperança de vosso Filho, que vem para nos redimir. Em vossa bondade envolvei-nos em vossa ternura para que tenhamos, já aqui na terra, a paz e o consolo de vossa presença.

AJUDE A MANTER O SITE NO AR !

Nosso site tem uma divida mensal e a cada dia está mais difícil manter o site no ar. Doe qualquer valor e você ira muito ajudar na manutenção e permanência do site no ar ! O seu gesto de amor ajudara muitos catequistas que visitam nosso site

FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR

PIX CHAVE CPF: 16800472808
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

ou

PIX CHAVE EMAIL: [email protected]
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Deus te abençoe !