Liturgia diária, Não tenhas medo, Maria! - Lc 1,26-38
Faça uma doação de qualquer valor e ajude a manter o site no ar !

PIX CHAVE EMAIL: doacao@catequizar.com.br
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Na liturgia diária de hoje lemos o Evangelho: Lc 1,26-38

Maria é Mãe de todos: dos que a acolhem e dos que a rejeitam, dos que são dóceis e dos que são rebeldes, e cuida de todos.

Façamos a oração do dia: Pai como discípulo amado, desejo estar perto de Jesus e ser amado por ele. Seja o testemunho deste amor suficiente forte para atrair muitos outros discípulos para ele

4º Domingo do Advento – Ano Litúrgico B

Liturgia do dia 20 de dezembro de 2020

PRIMEIRA LEITURA:  2Sm 7,1-5.8b-12.14a.16

Leitura do Segundo Livro de Samuel

1Tendo-se o rei Davi instalado já em sua casa e tendo-lhe o Senhor dado a paz, livrando-o de todos os seus inimigos, 2ele disse ao profeta Natã: “Vê: eu resido num palácio de cedro, e a arca de Deus está alojada numa tenda!”
3Natã respondeu ao rei: “Vai e faze tudo o que diz o teu coração, pois o Senhor está contigo”.

4Mas, nessa mesma noite, a palavra do Senhor foi dirigida a Natã nestes termos: 5“Vai dizer ao meu servo Davi: ‘Assim fala o Senhor: Porventura és tu que construirás uma casa para eu habitar? 8bFui eu que te tirei do pastoreio, do meio das ovelhas, para que fosses o chefe do meu povo, Israel.

9Estive contigo

em toda a parte por onde andaste, e exterminei diante de ti todos os teus inimigos, fazendo o teu nome tão célebre como o dos homens mais famosos da terra.

10Vou preparar um lugar para o meu povo, Israel: eu o implantarei, de modo que possa morar lá sem jamais ser inquietado. Os homens violentos não tornarão a oprimi-lo como outrora, 11no tempo em que eu estabelecia juízes sobre o meu povo, Israel. Concedo-te uma vida tranqüila, livrando-te de todos os teus inimigos. E o Senhor te anuncia que te fará uma casa.

12Quando chegar o fim dos teus dias e repousares com teus pais, então, suscitarei, depois de ti, um filho teu, e confirmarei a sua realeza. 14aEu serei para ele um pai e ele será para mim um filho.

16Tua casa e teu reino serão estáveis para sempre diante de mim, e teu trono será firme para sempre’”.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 89(88)

— Ó Senhor, eu cantarei eternamente o vosso amor!
— Ó Senhor, eu cantarei eternamente o vosso amor!

— Ó Senhor, eu cantarei eternamente o vosso amor,/ de geração em geração

eu cantarei vossa verdade!/ Porque dissestes: “O amor é garantido para sempre!”/ E a vossa lealdade é tão firme como os céus.

— “Eu firmei uma Aliança com meu servo, meu eleito,/ e eu fiz um juramento a Davi, meu servidor./ Para sempre, no teu trono, firmarei tua linhagem,/ de geração em geração garantirei o teu reinado!

— Ele, então, me invocará: ‘Ó Senhor, vós sois meu Pai, sois meu Deus,/ sois meu Rochedo onde encontro a salvação!’/ Guardarei eternamente para ele a minha graça/ e com ele firmarei minha Aliança indissolúvel”.

SEGUNDA LEITURA: Rm 16,25-27

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos:

Irmãos: 25Glória seja dada àquele que tem o poder de vos confirmar na fidelidade ao meu evangelho e à pregação de Jesus Cristo, de acordo com a revelação do mistério mantido em sigilo desde sempre. 26Agora este mistério foi manifestado e, mediante as Escrituras proféticas, conforme determinação do Deus eterno, foi levado ao conhecimento de todas as nações, para trazê-las à obediência da fé. 27A

ele, o único Deus, o sábio, por meio de Jesus Cristo, a glória, pelos séculos dos séculos. Amém!

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

EVANGELHO:  Lc 1,26-38

– O Senhor esteja convosco.
– Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas
– Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 26o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, 27a uma virgem, prometida em casamento a um homem chamado José. Ele era descendente de Davi e o nome da Virgem era Maria.

28O anjo entrou onde ela estava e disse: “Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo!”

29Maria ficou perturbada com essas palavras e começou a pensar qual seria o significado da saudação.

30O anjo, então, disse-lhe: “Não tenhas medo, Maria, porque encontraste graça diante de Deus. 31Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem porás o nome de Jesus. 32Ele será grande, será chamado Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi. 33Ele reinará para sempre sobre os descendentes de Jacó, e o seu reino não terá fim”.
34Maria perguntou ao anjo: “Como acontecerá isso, se eu não conheço homem algum?”

35O anjo respondeu: “O Espírito virá sobre ti, e o poder do Altíssimo te cobrirá com sua sombra. Por isso, o menino que vai nascer será chamado Santo, Filho de Deus. 36Também Isabel, tua parenta, concebeu um filho na velhice. Este já é o sexto mês daquela que era considerada estéril, 37porque para Deus nada é impossível”.

38Maria, então, disse: “Eis aqui a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra!” E o anjo retirou-se

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

Entramos na preparação imediata do Natal. Com São Mateus vimos a genealogia e a origem de Jesus, e São José em sua missão de pai adotivo do Menino Jesus. Em São Lucas, encontramos o anjo anunciando a Zacarias o nascimento de João Batista, o anjo anunciando a Maria o nascimento de Jesus e Maria visitando Isabel nas montanhas de Judá.

Ouvimos o seu canto de glorificação e ação de graças, vimos o nascimento de João Batista e ouvimos seu pai bendizer o Senhor, Deus de Israel. E assim chegamos a Belém ao som do canto dos anjos: “Glória a Deus nas alturas”. A liturgia destes dias nos envolve com o clima do Natal e nos faz participar, nos dias de hoje, dos acontecimentos daqueles dias: “Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco”, disse o anjo a Maria. “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre”, acrescentou Isabel.

E nós, por nossa vez, nos unimos em súplica e dizemos: “Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém”. Diz uma tradição que as palavras da segunda parte da Ave-Maria foram ditas pelo carmelita São Simão Stock, em seu leito de morte, no ano de 1265. Fizemos a caminhada do Advento acompanhados pelo profeta Isaías e por São João Batista.

Agora, é Maria quem nos acolhe com o Menino nos braços e o coloca em nossas vidas. Como ela o levou dentro de si de Nazaré às montanhas de Judá, possamos também levá-lo a todos os lugares por onde passarmos e pararmos. Que nossa presença, portadora do Salvador, seja ocasião de alegria e de cânticos que bendigam o Senhor e o engrandeçam por sua grande misericórdia!

A menina de Nazaré tornou-se a Mãe do Salvador com um “sim” generoso e bem-disposto. Maria é Mãe de todos: dos que a acolhem e dos que a rejeitam, dos que são dóceis e dos que são rebeldes, e cuida de todos. Tornou-se, também, modelo para todos nós, chamados a dizer “sim” à vontade de Deus e aos apelos dos irmãos e irmãs.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

Liturgia 4ª semana do Advento. Ó Pai, aproximam-se os dias de nossa redenção; a vinda de Jesus Cristo, vosso Filho. Concedei ao vosso povo a alegria da salvação, na certeza de vosso amor redentor. Fazei-nos caminhar com firmeza, junto com Maria e José, no caminho de Jesus , com o coração agradecido por tão grande dádiva.

Rezemos: “Vinde, Espírito Santo, enchei os corações de vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai, Senhor, o vosso Espírito, e tudo será criado, e renovareis a face da terra. Oremos: Senhor, nosso Deus, que pela luz do Espírito Santo instruístes o coração dos vossos fiéis, fazei-nos dóceis ao mesmo Espírito, para apreciarmos o que é justo e nos alegrarmos sempre com a sua presença. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.”

Leitura (Verdade)

O que diz o texto bíblico? Leia o texto quantas vezes julgar necessário, destacando os verbos e os personagens. Considere o sentido do texto, repita as frases ou palavras que mais lhe chamaram atenção e procure identificar a principal mensagem do Evangelho.

“Três figuras monumentais tiveram papel importante no primeiro Advento: Isaías, João Batista e Maria. Seis séculos antes do nascimento de Jesus, em meio ao fracasso político e religioso, Isaías proclama a esperança: a salvação se aproxima. João Batista vai além da esperança e mostra o Messias já presente no meio do povo.

Enfim Maria, com seu “sim” coloca em marcha a Redenção. Isaías nos ensina a cultura da resistência; João nos ajuda a ler a realidade; e Maria, com seu “sim”, deixa claro que Deus realiza grandes coisas através dela. Deus nos quer parceiros seus no anúncio da Boa-Nova. Nós também encontramos graças diante de Deus e fomos contemplados com a alegria da salvação. Somos o Povo de Deus a caminho.” 

Meditação (Caminho)

No Evangelho que acabamos de ler, vimos que Maria escutou o Senhor. E eu? O que escutou do Senhor? Identifique a sua voz e escute-o. Estou preparado(a) para acolher o Senhor que é sempre novo, surpreendente?

Oração (Vida)

Senhor, ajuda-me a entender tuas maravilhas!
“Eis aqui a serva do Senhor! Faça-se em mim segundo a tua palavra.” Depois de ter ouvido a Palavra do Senhor, Maria colocou-se à disposição de Deus: “Eis aqui a serva do Senhor”. E você? O que você gostaria de dizer ao Senhor? Aproxime-se dele e faça a sua oração. Pode se inspirar nessa canção.

Contemplação (Vida e Missão)

Sintetize em poucas palavras o apelo que você sentiu em seu coração, para colocá-lo em prática durante o dia. O que você se propõe a viver hoje?

Bênção

Sejas bendito, Príncipe da Paz, Senhor sempre fiel às tuas promessas e a aliança de amor, porque em Cristo, teu Filho, iluminastes a nossa vida com o esplendor da tua presença. Concede-nos acolher a tua luz e tornar essa celebração de Natal uma aproximação de tua paz e de teu amor em nossas vidas.

Confira a Homilia dominical.Clique aqui