Oração diária, João dá seu último testemunho sobre Jesus - Jo 3,22-30

Na liturgia diária de hoje lemos o Evangelho: Jo 3,22-30

Façamos a oração do dia: Pai, faze-me consciente do papel que me compete no serviço ao Reino, e leva-me a estar todo voltado para ti e para teu Filho Jesus, a quem o Reino pertence.

Tempo do Natal depois da Epifania – Ano Litúrgico C

Liturgia do dia 08 de janeiro de 2022

PRIMEIRA LEITURA: 1Jo 5,14-21

Leitura da Primeira Carta de São João.

Caríssimos, 14esta é a confiança que temos no filho de Deus: se lhe pedimos alguma coisa de acordo com a sua vontade, ele nos ouve. 15E se sabemos que ele nos ouve em tudo o que lhe pedimos, sabemos que possuímos o que havíamos pedido.

16Se alguém vê seu irmão cometer um pecado que não conduz à morte, que ele reze, e Deus lhe dará a vida; isto, se, de fato, o pecado cometido não conduz à morte. Existe um pecado que conduz à morte, mas não é a respeito deste que eu digo que se deve rezar.

17Toda iniquidade é pecado, mas existe pecado que não conduz à morte. 18Sabemos que todo aquele que nasceu de Deus não peca. Aquele que é gerado por Deus o guarda, e o Maligno não o pode atingir.

19Nós

sabemos que somos de Deus, ao passo que o mundo inteiro está sob o poder do Maligno. 20Nós sabemos que veio o Filho de Deus e nos deu inteligência para conhecermos aquele que é o Verdadeiro. E nós estamos com o Verdadeiro, no seu Filho Jesus Cristo. Este é o Deus verdadeiro e a Vida eterna. 21Filhinhos, guardai-vos dos ídolos.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

SALMO 149

— O Senhor ama seu povo, de verdade.

— O Senhor ama seu povo, de verdade.

— Cantai ao Senhor Deus um canto novo, e o seu louvor na assembleia dos fiéis! Alegre-se Israel em quem o fez, e Sião se rejubile no seu Rei!

— Com danças glorifiquem o seu nome, toquem harpa e tambor em sua honra! Porque, de fato, o Senhor ama seu povo e coroa com vitória os seus humildes.

— Exultem os fiéis por sua glória, e cantando se levantem de seus leitos, com louvores do Senhor em sua boca. Eis a glória para todos os seus santos.

EVANGELHO: Jo 3,22-30

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 22Jesus foi com seus discípulos para a região da Judeia. Permaneceu aí com eles e batizava. 23Também João estava batizando, em Enon, perto de Salim, onde havia muita água. Aí chegavam as pessoas e eram batizadas.

24João ainda não tinha sido posto no cárcere. 25Alguns discípulos de João estavam discutindo com um judeu a respeito da purificação. 26Foram a João e disseram: “Rabi, aquele que estava contigo além do Jordão e do qual tu deste testemunho, agora está batizando e todos vão a ele”.

27João respondeu: “Ninguém pode receber alguma coisa, se não lhe for dada do céu. 28Vós mesmos sois testemunhas daquilo que eu disse: ‘Eu não sou o Messias, mas fui enviado na frente dele’. 29É o noivo que recebe a noiva, mas o amigo, que está presente e o escuta, enche-se de alegria ao ouvir a voz do noivo. Esta é a minha alegria, e ela é completa. 30É necessário que ele cresça e eu diminua”.

Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

A cena compara duas figuras: João Batista e Jesus. Algumas pessoas tinham se apegado ao Batista, esperando ser ele o Messias. João, o evangelista, mostra que o outro João, o Batista, não quer esse papel, valendo-se de ilustrações dos profetas (Is 62,4ss; Jr 2,2; Ez 16ss etc.), em que o casamento é figura da aliança. Agora o Batista apresenta Jesus como o esposo, isto é, aquele que fará a nova aliança, e ele é apenas o amigo do esposo.

Por isso, ele deve diminuir, mas Jesus deve crescer. João já cumprira seu papel. O importante é seguir Jesus. A Igreja é feita de pessoas que testemunham Jesus. Às vezes, por falta de clareza, algumas delas se apegam tanto aos santos que esquecem Jesus. É sempre necessário de novo lembrar: os santos são amigos do esposo (Jesus), devem apontar para ele e, depois, diminuir, para que Jesus seja conhecido por todos.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

Nossa vocação de cristão é a de servir com amor, com dedicação como fez João Batista. Servir é exigente, implica sair de si mesmo para ir ao encontro do outro. Por isso, João Batista nos ensina que “ é necessário que Ele cresça e eu diminua”.

Peçamos: “Senhor Jesus Cristo, envia sobre nós, como prometeste, teu Espírito Santo. Que ele nos conceda o dom da fé e a força da súplica sincera. Que nele encontremos salvação, cura e confiança plena. Amém.”

Leitura (Verdade)

“Os discípulos de João ficaram incomodados com o fato de Jesus estar reunindo o povo, pregando e batizando. Acharam que João iria ficar aborrecido com essa atuação de Jesus, uma vez que ele o tinha batizado e recomendado ao povo. O Batista não se deixou guiar por esse sentimento mesquinho de ciúme ou de pretensão de exclusividade.

Soube reconhecer a grandeza de sua missão, que era preparar o povo para receber o Messias. Uma vez que o noivo chegou, o amigo do noivo que ficou responsável pela festa do casamento sabe, com humildade e alegria, que sua missão está cumprida. Ninguém é dono da missão. Cada um cumpre uma etapa. É muito bonito o exemplo de João Batista!”

Meditação (Caminho)

“Ninguém pode receber alguma coisa, se não lhe for dada do céu”. Saber reconhecer os dons e a missão de cada um, alegrando-nos com o que Deus faz através de suas criaturas. Eu me alegro com o bem que outros fazem em minha comunidade ou no trabalho em equipe ?

Oração (Vida)

Este é o momento de dar a sua resposta de amor e adesão a Deus. Sintetize o que viveu com a Palavra e apresente ao Senhor. Sua resposta a Deus pode ser de louvor ou de ação de graças, de súplica ou de perdão. O importante é dirigir a Ele a sua oração pessoal, apresentando-lhe também as realidades que o(a) cercam.

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil! Ajudai-nos a construir um país justo e fraterno. Que todos estejamos atentos às necessidades das pessoas mais fragilizadas e indefesas! Que o diálogo e o respeito vençam o ódio e os conflitos! Que as barreiras sejam superadas por meio do encontro e da reconciliação! Vosso filho Jesus está no meio de nós, trazendo-nos esperança e força para caminhar. Que sua Palavra seja fonte de comunhão fraterna e de paz, em nossas comunidades, nas famílias e nas ruas. Amém

Contemplação (Vida e Missão)

Sintetize em poucas palavras o apelo que você sentiu, para colocá-lo em prática durante o dia. O que você se propõe a viver?

Bênção

– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.

AJUDE A MANTER O SITE NO AR !

Nosso site tem uma divida mensal e a cada dia está mais difícil manter o site no ar. Doe qualquer valor e você ira muito ajudar na manutenção e permanência do site no ar ! O seu gesto de amor ajudara muitos catequistas que visitam nosso site

FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR

PIX CHAVE CPF: 16800472808
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

ou

PIX CHAVE EMAIL: [email protected]
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Deus te abençoe !