Oração diária, Páscoa, Ressurreição do Senhor - Jo 20,1-9

PRECISO MUITO TE AJUDA ! FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR

O site acumula uma divida e diante a crise que todos estamos passando essa divida esta aumentando podendo até o site sair fora do ar.

Divida atual: R$ 2800,00
Valor arrecadado: R$ 849,00 (22/04/2021 - 07:30 - atualizaremos quando recebermos uma nova doação)

Peço se alguém puder ajudar com uma doação de qualquer valor, agradeço imensamente.

PIX CHAVE CELULAR: 19 987634283
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

OU

PIX CHAVE EMAIL: doacao@catequizar.com.br
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Quem não tem pix e puder doar por boleto esse é meu numero de WhatsApp 19 987634283 me chama e como forma de agradecimento dou acesso ao site missa com crianças que tem historinhas para catequese. Quem nao puder ajudar, peço oraçoes ! Deus abençoe a todos. Anderson

Na liturgia diária de hoje lemos o Evangelho: Jo 20,1-9

Alegremo-nos no Senhor ressuscitado, nossa vida e nossa salvação. É Páscoa! É vida! É ressurreição!

Façamos a oração do dia: Pai, não permitas que eu caia na tentação de viver distante de meus irmãos e irmãs de fé, pois o Senhor Ressuscitado nos quer todos reunidos em seu nome.

Ressurreição do Senhor – Ano Litúrgico B

Liturgia do dia 04 de abril de 2021

PRIMEIRA LEITURA:  At 10,34a.37-43 

Leitura dos Atos dos Apóstolos:

Naqueles dias, 34aPedro tomou a palavra e disse: 37“Vós sabeis o que aconteceu em toda a Judeia, a começar pela Galileia, depois do batismo pregado por João: 38como Jesus de Nazaré foi ungido por Deus com o Espírito Santo e com poder. Ele andou por toda a parte, fazendo o bem e curando a todos os que estavam dominados pelo demônio; porque Deus estava com ele.

39E nós somos testemunhas de tudo o que Jesus fez na terra dos judeus e em Jerusalém. Eles o mataram, pregando-o numa cruz.

40Mas Deus o ressuscitou no terceiro dia, concedendo-lhe manifestar-se 41não a todo o povo, mas às testemunhas que Deus havia escolhido: a nós, que comemos e bebemos com Jesus, depois que ressuscitou dos mortos.

42E Jesus nos mandou pregar ao povo e

testemunhar que Deus o constituiu Juiz dos vivos e dos mortos.

43Todos os profetas dão testemunho dele: “Todo aquele que crê em Jesus recebe, em seu nome, o perdão dos pecados”.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

SALMO  118(117) 

— Este é o dia que o Senhor fez para nós:/ alegremo-nos e nele exultemos!
— Este é o dia que o Senhor fez para nós:/ alegremo-nos e nele exultemos!

— Dai graças ao Senhor, porque ele é bom!/ “Eterna é a sua misericórdia!”/ A casa de Israel agora o diga:/ “Eterna é a sua misericórdia!”

— A mão direita do Senhor fez maravilhas,/ a mão direita do Senhor me levantou./ Não morrerei, mas ao contrário, viverei/ para contar as grandes obras do Senhor!

— A pedra que os pedreiros rejeitaram,/ tornou-se agora a pedra angular;/ pelo Senhor é que foi feito tudo isso!/ Que maravilhas ele fez a nossos olhos!

SEGUNDA LEITURA:  Cl 3,1-4 ou 1Cor 5,6b-8

Leitura da Carta de São Paulo aos Colossenses:
Irmãos: 1Se ressuscitastes com Cristo, esforçai-vos por alcançar as coisas do alto, 2onde está Cristo, sentado à direita de Deus; aspirai às coisas celestes e não

às coisas terrestres. 3Pois vós morrestes, e a vossa vida está escondida, com Cristo, em Deus.
4Quando Cristo, vossa vida, aparecer em seu triunfo, então vós aparecereis também com ele, revestidos de glória.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

EVANGELHO:  Jo 20,1-9

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

— Glória a vós, Senhor.

1No primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao túmulo de Jesus, bem de madrugada, quando ainda estava escuro, e viu que a pedra tinha sido retirada do túmulo.

2Então ela saiu correndo e foi encontrar Simão Pedro e o outro discípulo, aquele que Jesus amava, e lhes disse: “Tiraram o Senhor do túmulo, e não sabemos onde o colocaram”.

3Saíram, então, Pedro e o outro discípulo e foram ao túmulo. 4Os dois corriam juntos, mas o outro discípulo correu mais depressa que Pedro e chegou primeiro ao túmulo. 5Olhando para dentro, viu as faixas de linho no chão, mas não entrou.

6Chegou também Simão Pedro,

que vinha correndo atrás, e entrou no túmulo. Viu as faixas de linho deitadas no chão 7e o pano que tinha estado sobre a cabeça de Jesus, não posto com as faixas, mas enrolado num lugar à parte.

8Então entrou também o outro discípulo, que tinha chegado primeiro ao túmulo. Ele viu, e acreditou.

9De fato, eles ainda não tinham compreendido a Escritura, segundo a qual ele devia ressuscitar dos mortos.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

Colocaram um corpo morto num sepulcro e o corpo desapareceu. Não foi visto por testemunhas oculares. Viram, porém, os panos que envolviam o corpo ao ser sepultado. Um, dobrado num lugar à parte; outro, no chão. Onde está o corpo? A resposta mais lógica e mais rápida é que foi retirado por alguém. Não se trata de um sepultamento na terra nem em gavetas aéreas ou subterrâneas, mas de grutas, maiores ou menores, com mais ou menos sarcófagos. O corpo de Jesus deve ter sido colocado em cima de uma base de pedra da própria gruta num espaço pequeno só para um corpo. Foi oferta de José de Arimateia. Era um túmulo de sua família onde nenhum corpo tinha sido colocado.

Quem acompanhou o sepultamento viu o que foi feito e viu que a entrada foi fechada com uma pedra arredondada, lacrada, para evitar que fosse aberta. Segundo a narrativa de João Evangelista, Maria Madalena chega ao túmulo logo cedo e vê que a entrada está aberta. Olha para dentro e não vê o corpo de Jesus. Corre então para avisar Pedro e o Discípulo Amado. Seu anúncio é o mais natural possível: “Tiraram o Senhor do túmulo e não sabemos onde o colocaram”. Se não está, é porque alguém o retirou, tanto é que esse alguém retirou também a pedra que fechava a entrada da gruta sepulcral. Quem abriu o túmulo e retirou o corpo?

A passagem de São João que hoje lemos termina dizendo: “De fato, eles ainda não tinham compreendido a Escritura, segundo a qual ele devia ressuscitar dos mortos”. Num primeiro momento, e num segundo também, não passou pela cabeça dos apóstolos e dos discípulos seus companheiros que Jesus estivesse vivo e ressuscitado. Num primeiro momento, o túmulo estava vazio; num segundo, não acreditaram no testemunho de quem dizia ter visto o Ressuscitado. Exceção notável a do Discípulo Amado. Diz o texto que Pedro e o Discípulo foram correndo ao sepulcro. Pedro entra e vê as faixas de linho e o sudário.

O Discípulo entra depois, vê e crê! Vê e acredita. O que foi que ele viu? E em que foi que acreditou? Vendo o túmulo vazio, o Discípulo Amado, que não via apenas com os olhos da carne e da razão, disse a si mesmo: “Ele está vivo. Ressuscitou”. Não vendo nada, a não ser os panos, soube que de fato o corpo tinha sido retirado nada mais nada menos do que pelo próprio Pai. “Deus o ressuscitou no terceiro dia”, dirá Pedro num sermão. Sem ter visto, o Discípulo Amado acreditou. “Felizes os que vão creditar sem terem visto”. Estes somos nós, que ficamos com o testemunho daqueles que “viram”.

Inicia-se o Tempo Pascal, que vai até a solenidade de Pentecostes, no dia 23 de maio. São sete semanas. Nas três primeiras, a comunidade nascente vê o Cristo ressuscitado. Nas três últimas, Cristo se despede, dá as últimas recomendações de unidade e de caridade, sobe ao céu e envia o Espírito. No centro, na quarta semana, a comunidade lhe dá o título mais significativo que ele poderia receber: o Ressuscitado é o Bom Pastor.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2021’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Alegremo-nos no Senhor ressuscitado, nossa vida e nossa salvação. É Páscoa! É vida! É ressurreição! Com toda a comunidade cristã bendigamos ao Pai, que nos deu e ressuscitou seu Filho Jesus.

Leitura (Verdade)

Leia o Evangelho identificando o local, os personagens, as atitudes e a mudança nas suas vidas e crenças.

“Somos um povo de ressuscitados. Por vezes, caminhamos na escuridão, mas nossa certeza é mais forte do que qualquer obstáculo. O túmulo vazio é um capítulo superado. Encontramos Jesus na comunidade cristã. Daquela manhã única, brilham duas certezas. Maria Madalena garante: “Eu vi o Senhor ressuscitado”. E todos somos convidados a caminhar para a nossa Galileia, onde o encontraremos. À semelhança da primavera, a ressurreição vai acontecendo em nossa vida aos poucos. São sinais pequenos, mas significativos. São sinais de ressurreição. Um dia acontecerá a nossa Páscoa, a primavera definitiva. Depois da caminhada nos calvários da vida, a eterna manhã pascal. Com Maria Madalena, proclamemos: “Eu vi o Senhor!”.

Meditação (Caminho)

O que o texto diz para mim? Meu coração é aberto à Boa-Nova do Reino? Deixo-me guiar por sua luz e sua palavra? Acredito que Ele venceu a morte e ressuscitou por meu amor? Como removo os obstáculos para encontrá-lo vivo ao meu redor?

Oração (Vida)

Jesus ressuscitado,
que destes a paz aos apóstolos,
reunidos em oração, dizendo-lhes:
“A paz esteja convosco”,
concedei-nos o dom da paz.

Defendei-nos do mal
e de todas as formas de violência
que agitam a nossa sociedade,
para que tenhamos uma vida digna,
humana e fraterna.

Ó Jesus,
que morrestes e ressuscitastes por amor,
afastai de nossas famílias e da sociedade
todas as formas de desesperança e desânimo,
para que vivamos como pessoas ressuscitadas
e sejamos portadores de vossa paz.
Amém!
(via AASCJ)

Contemplação (Vida e Missão)

Que sentimentos invadem seu coração neste momento? Que propósito de vida nova surge dentro de você?

Bênção

Abencoe-vos Deus todo-poderoso, Pai, Filho e Espírito Santo.
Levai a todos a Paz e a alegria do Senhor ressuscitado. Ide, como as mulheres anunciar que Ele está vivo.

Confira a Homilia dominical.Clique aqui