Oração diária, Finados... - Jo 19,17-18.25-39

Finados – Ano Litúrgico C

02 de novembro de 2019

ORAÇÃO DO DIA

Pai, faze que eu entenda cada vez mais o sentido da Eucaristia, sacramento de comunhão transformadora com o teu Filho Jesus. Que ela seja, para mim, fonte de vida eterna.

PRIMEIRA LEITURA: 1ª Leitura: Sb 3,1-9

Leitura do Livro da Sabedoria – [1A vida dos justos está nas mãos de Deus, e nenhum tormento os atingirá. 2Aos olhos dos insensatos parecem ter morrido; sua saída do mundo foi considerada uma desgraça, 3e sua partida do meio de nós, uma destruição; mas eles estão em paz. 4Aos olhos dos homens parecem ter sido castigados, mas sua esperança é cheia de imortalidade; 5tendo sofrido leves correções, serão cumulados de grandes bens, porque Deus os pôs à prova e os achou dignos de si. 6Provou-os como se prova o ouro no fogo e aceitou-os como ofertas de holocausto;]7no dia do seu julgamento hão de brilhar, correndo como centelhas no meio da palha; 8vão julgar as nações e dominar os povos, e o Senhor reinará sobre eles para sempre. [9Os que nele confiam compreenderão a verdade, e os que perseveram no amor ficarão junto dele, porque a graça e a misericórdia são para seus eleitos.]

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 25(24)

— É assim a geração dos que procuram o Senhor!
É assim a geração dos que procuram o Senhor!

— Ao Senhor pertence a terra e o que ela encerra, * mundo inteiro com os seres que o povoam; porque ele a tornou firme sobre os mares, * e sobre as águas a mantém inabalável.

— “Quem subirá até o monte do Senhor, * quem ficará em sua santa habitação?” a”Quem tem mãos puras e inocente coração, quem não dirige sua mente para o crime.

— Sobre este desce a bênção do Senhor e a recompensa de seu Deus e Salvador”. “É assim a geração dos que o procuram, e do Deus de Israel buscam a face”.

SEGUNDA LEITURA: 1ª Leitura: Rm 5,5-11

E a esperança não nos decepciona, porque Deus derramou seu amor em nossos corações, por meio do Espírito Santo que ele nos concedeu.
De fato, no devido tempo, quando ainda éramos fracos, Cristo morreu pelos ímpios.
Dificilmente haverá alguém que morra por um justo; pelo homem bom talvez alguém tenha coragem de morrer.
Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores.
Como agora fomos justificados por seu sangue, muito mais ainda seremos salvos da ira de Deus por meio dele!
Se quando éramos inimigos de Deus fomos reconciliados com ele mediante a morte de seu Filho, quanto mais agora, tendo sido reconciliados, seremos salvos por sua vida!
Não apenas isso, mas também nos gloriamos em Deus, por meio de nosso Senhor Jesus Cristo, mediante quem recebemos agora a reconciliação.

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

EVANGELHO: Jo 11,17-27

– O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São João.
          – Glória a vós, Senhor.

17Quando Jesus chegou a Betânia, encontrou Lázaro sepultado havia quatro dias. 18Betânia ficava a uns três quilômetros de Jerusalém. 19Muitos judeus tinham vindo à casa de Marta e Maria para as consolar por causa do irmão. 20Quando Marta soube que Jesus tinha chegado, foi ao encontro dele. Maria ficou sentada em casa.
21Então Marta disse a Jesus: “Senhor, se tivesses estado aqui, meu irmão não teria morrido. 22Mas mesmo assim, eu sei que o que pedires a Deus, ele te concederá”.
23Respondeu-lhe Jesus: “Teu irmão ressuscitará”.
24Disse Marta: “Eu sei que ele ressuscitará na ressurreição, no último dia”.
25Então Jesus disse: “Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, mesmo que morra, viverá. 26E todo aquele que vive e crê em mim não morrerá jamais. Crês isto?”
27Respondeu ela: “Sim, Senhor, eu creio firmemente que tu és o Messias, o Filho de Deus, que devia vir ao mundo”.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

“Teu irmão ressuscitará.” Lázaro estava morto havia quatro dias. Essa foi a palavra clara e simples de Jesus para Marta. A resposta de Marta foi a profissão de fé comum: “Sei que ele ressuscitará na ressurreição do último dia”. Jesus, porém, introduz algo novo na conversa: “Eu sou a ressurreição e a vida”. Ele é a ressurreição. Ele é a vida. Quem nele crê, ainda que tenha morrido, viverá, não morrerá jamais. O que entendemos de tudo isso? O que Marta entendeu? Talvez não tenha entendido nada. Ela acreditava firmemente que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus. Nós cremos em Jesus. Ele é a ressurreição. Estando nele, já estamos ressuscitados. Pensando em nossos mortos hoje, digamos do fundo do coração: “Creio em Jesus!”. Creio na ressurreição dos mortos. Creio que todos os meus queridos que partiram adormeceram aqui e despertaram lá, diante da face do Senhor.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2019’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
A liturgia deste dia quer fazer comunhão com nossos entes queridos. Formamos, com eles, o Corpo Místico de Cristo. Coloque-se na presença de Jesus, assim como Marta e Maria, e lhe peça o dom da escuta, escuta amorosa à sua Palavra, ao seu ensinamento, à sua força de vida. Permaneça por alguns instantes em silêncio, limpando sua mente e seu coração de tudo o que poderia impedi-lo(a) de abrir-se à Palavra do Senhor.
Faça a oração: “Ó Senhor Deus, a ti dirijo minha oração. Meu Deus, eu confio em ti. Ensina-me teus caminhos! Faz que eu os conheça bem, pois quero viver de acordo com tua verdade” (Sl 25,1-2).

Leitura (Verdade)
“O Dia de Finados não é dia de tristeza, mas de esperança. A Boa Nova anunciada por Jesus ilumina este dia e a nossa prece. Jesus é o Senhor da vida; ele superou todas as barreiras, até a considerada intransponível barreira da morte. Ele desceu ao coração da morte e nos trouxe a vida definitiva. Nos Triunfos Romanos, colocados ao longo do caminho, escravos alertavam ao herói vencedor: ‘Lembra-te de que és mortal!’. Hoje a Igreja recorda: ‘Lembra-te de que és imortal!’. A morte não tem a última palavra. Jesus devolveu a vida a Lázaro, que tempos depois voltou a morrer. A nós, ele promete a vida eterna. E este não é um segredo inacessível. Ele é o Caminho. E este caminho passa pela aceitação e pela comunidade cristã. É necessário viver cada dia como se fosse o último, desprendido(a) de tudo e de todos, pois nada irá conosco nessa hora final” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
Jesus convida todos os seus filhos e filhas a viverem em comunhão com Ele e com todos os irmãos e irmãs de caminhada no amor fraternal e na paz solidária. Ele declara que a morte é uma passagem necessária, pois ela nos dá o nosso segundo nascimento. O primeiro nascimento se dá com a primeira morte, quando morremos para o útero de nossa mãe; o segundo nascimento acontece quando morremos para o útero da mãe terra. Aí é quando somos acolhidos por Jesus, que nos dará a ressurreição e a vida plena que Ele mesmo prometeu a quem acreditasse nele. Ele é o Caminho que nos leva ao Pai (cf. Jo 14,6).
Como você vive o seu dia a dia? Mantém a consciência de que um dia morrerá para esta vida, a fim de nascer para outra vida plena e feliz, como Jesus prometeu? Vive de acordo com esse pensamento ou amontoa coisas, apega-se ao que vai ficar aqui? A morte tem para você um sentido negativo ou positivo? Você tem medo de morrer? Por que sente esse medo? Você crê que Jesus é a ressurreição e a vida dos que creem?

Oração (Vida)
“Obrigado (a), Jesus, porque Tu és a ressurreição e a vida dos que em ti confiam e esperam. Agradeço desde já o lugar que Tu foste preparar para mim. Quando chegar a hora do meu segundo nascimento, fica comigo e mostra-me o caminho da luz de tua ressurreição, assim não terei medo de partir desta vida para a vida eterna.”

Contemplação (Vida e Missão)
Permaneça em profundo silêncio. Feche os olhos e reflita sobre como gostaria que fosse a hora derradeira de sua segunda morte, de seu segundo e definitivo nascimento. Proponha-se a viver cada dia como se fosse o último.

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas

[apss_share]