Liturgia diária - Deixo-vos a paz, dou-vos a minha paz! - Jo 14,27-31a

PRECISAMOS MUITO DE SUA AJUDA

Estimados irmãos venho aqui pedir a sua ajuda se possível for. Estamos com uma divida acumulada. Pra complicar minha situação tenho pai acamado. Diante das dificuldades que todos estamos passando compreendo o qto esta difícil para todos, mas se vc tiver a possibilidade de AJUDAR COM UMA DOAÇÃO sera de muita ajuda para diminuir as dividas. .Clique aqui

5ª Semana da Páscoa – Ano Litúrgico A

12 de maio de 2020

ORAÇÃO DO DIA

Pai, confirma em mim o dom da paz recebida de teu Filho Jesus, de forma que, revestido desta fortaleza, eu possa caminhar, sem medo, ao teu encontro.

PRIMEIRA LEITURA: At 14,19-28 

Leitura dos Atos dos Apóstolos – Naqueles dias, 19de Antioquia e Icônio chegaram judeus que convenceram as multidões. Então apedrejaram Paulo e arrastaram-no para fora da cidade, pensando que ele estivesse morto. 20Mas, enquanto os discípulos o rodeavam, Paulo levantou-se e entrou na cidade. No dia seguinte, partiu para Derbe com Bar¬nabé.
21Depois de terem pregado o Evangelho naquela cidade e feito muitos discípulos, voltaram para Listra, Icônio e Antioquia. 22Encorajando os discípulos, eles os exortavam a permanecer firmes na fé, dizendo-lhes: “É preciso que passemos por muitos sofrimentos para entrar no Reino de Deus”. 23Os apóstolos designaram presbíteros para cada comunidade. Com orações e jejuns, eles os confiavam ao Senhor, em quem haviam acreditado.
24Em seguida, atravessando a Pisídia, chegaram à Panfília. 25Anunciaram a palavra em Perge, e depois desceram para Atália. 26Dali embarcaram para Antioquia, de onde tinham saído, entregues à graça de Deus, para o trabalho que haviam realizado.
27Chegando ali, reuniram a comunidade. Contaram-lhe tudo o que Deus fizera por meio deles e como havia aberto a porta da fé para os pagãos. 28E passaram então algum tempo com os discípulos.

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 145(144)

         — Ó Senhor, vossos amigos anunciem vosso Reino glorioso.
— Ó Senhor, vossos amigos anunciem vosso Reino glorioso.

— Que vossas obras, ó Senhor, vos glorifiquem, e os vossos santos com louvores vos bendigam! Narrem a glória e o esplendor do vosso reino e saibam proclamar vosso poder!

— Para espalhar vossos prodígios entre os homens e o fulgor de vosso reino esplendoroso. O vosso reino é um reino para sempre, vosso poder, de geração em geração.

— Que a minha boca cante a glória do Senhor e que bendiga todo ser seu nome santo desde agora, para sempre e pelos séculos.

EVANGELHO: Jo 14,27-31a

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São João.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 27“Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; mas não a dou como o mundo. Não se perturbe nem se intimide o vosso coração. 28Ouvistes que eu vos disse: ‘Vou, mas voltarei a vós’. Se me amásseis, ficaríeis alegres porque vou para o Pai, pois o Pai é maior do que eu. 29Disse-vos isto agora, antes que aconteça, para que, quando acontecer, vós acrediteis.
30Já não falarei muito con¬vosco, pois o chefe deste mundo vem. Ele não tem poder sobre mim, 31amas, para que o mundo reconheça que eu amo o Pai, eu procedo conforme o Pai me ordenou”.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

Jesus Ressuscitado nos dá a sua paz e nos garante que voltará a nós na pessoa do Espírito Santo. “Eu vou, mas voltarei a vós.” Ele permanece presente entre nós. O demônio, que Jesus chama de “chefe deste mundo”, também está presente em nossa história. Ele não pode nada contra Jesus, mas perturba os discípulos. A reação dos discípulos mostrará ao mundo que eles amam o Pai e obedecem às suas ordens. As palavras de Jesus: “Deixo-vos a paz. Não se perturbe nem se atemorize o vosso coração. Vou, mas voltarei a vós” dão força a seus amigos e discípulos que enfrentarão dificuldades. Paulo estava em Listra, cidade da Licônia, e lá foi apedrejado. Foi arrastado para fora da cidade quase morto. Tendo-se recuperado, continuou a missão em outras cidades. Confirmava o coração dos discípulos e dizia que era preciso passar por muitas tribulações para entrar no Reino de Deus. Assim como Jesus tem uma natureza divina e outra humana numa mesma pessoa, que é ele próprio, assim também a sua Igreja vive exteriormente os acontecimentos imprevisíveis da história humana e interiormente a vida do Espírito que a anima. A mesma Igreja vive da matéria e do Espírito, é natural e sobrenatural, é institucional e mística, santa e pecadora.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2020’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

Ao Senhor entregamos este novo dia e pedimos que Ele nos conceda a sua paz. Que, ao acolhermos e vivermos a sua palavra, renovemos a esperança e nos tornemos promotores da paz nos espaços em que vamos partilhar a vida.

Peçamos: “Senhor Jesus Cristo, envia sobre nós, como prometeste, teu Espírito Santo. Que Ele nos conceda a vida e nos ensine a plenitude da verdade. Que nele encontremos salvação, felicidade e plenitude de amor. Amém.”

Leitura (Verdade)
Faça uma leitura atenta do Evangelho Jo 14, 27-31 e destaque as palavras que mais chamaram sua atenção. Recorde outros textos em que Jesus aparece aos discípulos e lhes deseja a paz. Por que Jesus saúda os discípulos com o dom da paz e não com outras palavras?
“Muitos, aparentemente, têm tudo na vida: riqueza, honras, saúde, mas continuam pobres e inseguros porque lhes falta a paz. Outros, com um mínimo de bens materiais, são felizes porque são envolvidos pela paz do Senhor. Nesta hora de despedida, sempre dolorosa, Jesus deixa aos seus a plenitude da paz. Paz não é ausência de guerra, nem uma trégua momentânea. É a plenitude da graça e das bênçãos do Senhor. É o shalom bíblico. Precisamos todos desta paz diante das dificuldades criadas pelo “chefe deste mundo”. A ausência de Jesus, naturalmente, abala a comunidade. A paz é a grande herança e o modo de caminhar dos discípulos. Não se trata da ausência de dificuldades, mas da possibilidade de superá-las.” (Viver a Palavra – 2020. Frei Aldo Colombo – Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que significa a paz? O que significa viver em paz? Quais são as realidades que eu vivo e que necessitam da paz de Jesus? Como eu colaboro para que a paz seja uma realidade cristã? Para quem desejo a paz?

Oração (Vida)
Faça a sua oração e apresente ao Senhor a prece que nasceu em seu coração ao meditar a Palavra. Peça a paz para você, sua família, seus colegas de trabalho, para as pessoas com quem você partilha a vida, para sua cidade, para o mundo, para os que sofrem neste momento de pandemia, para os enlutados por causa desta doença….

Contemplação (Vida e Missão)
Com a Palavra de Deus na mente e no coração, deseje a paz para pessoas concretas. Verbalize ou escreva alguns nomes de pessoas que ao encontrar com elas você lhe deseja a paz, ainda que em silêncio.

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Ir. Carmen Maria Pulga

Confira a Homilia do 4º. Domingo da Páscoa – A.Clique aqui

[apss_share]