Liturgia diária Cordeiro de Deus, aquele que tira o pecado do mundo

2º Domingo Comum – Ano Litúrgico A

15 de janeiro de 2017

ORAÇÃO DO DIA

Pai, tu enviaste Jesus com a missão de nos introduzir no Reino da fraternidade. Dá-me a graça de reconhecê-lo e fazer-me seguidor dele.

PRIMEIRA LEITURA: 

Leitura do Livro do profeta Isaías – 3O Senhor me disse: “Tu és o meu Servo, Israel, em quem serei glorificado”. 5E agora diz-me o Senhor — ele que me preparou desde o nascimento para ser seu Servo — que eu recupere Jacó para ele e faça Israel unir-se a ele; aos olhos do Senhor esta é a minha glória.
6Disse ele: “Não basta seres meu Servo para restaurar as tribos de Jacó e reconduzir os remanescentes de Israel: eu te farei luz das nações, para que minha salvação chegue até aos confins da terra”.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 39

          — Eu disse: “Eis que venho, Senhor”,/ com prazer faço a vossa vontade!
— Eu disse: “Eis que venho, Senhor”,/ com prazer faço a vossa vontade!

— Esperando, esperei no Senhor,/ e, inclinando-se, ouviu meu clamor./ Canto novo ele pôs em meus lábios,/ um poema em louvor ao Senhor.

— Sacrifício e oblação não quisestes,/ mas abristes, Senhor, meus ouvidos;/ não pedistes ofertas nem vítimas,/ holocaustos por nossos pecados.

— E então eu vos disse: “Eis que venho!”/ Sobre mim está escrito no livro:/ “Com prazer faço a vossa vontade,/ guardo em meu coração vossa lei!”

— Boas novas de vossa justiça/ anunciei numa grande assembleia;/ vós sabeis: não fechei os meus lábios!

SEGUNDA LEITURA: 1Cor 1,1-3

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios – 1Paulo, chamado a ser apóstolo de Jesus Cristo, por vontade de Deus, e o irmão Sóstenes, 2à Igreja de Deus que está em Corinto: aos que foram santificados em Cristo Jesus, chamados a ser santos junto com todos os que, em qualquer lugar, invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso. 3Para vós, graça e paz, da parte de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

EVANGELHO: Jo 1,29-34

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São João.
          – Glória a vós, Senhor.

          Naquele tempo, 29João viu Jesus aproximar-se dele e disse: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo. 30Dele é que eu disse: Depois de mim vem um homem que passou à minha frente, porque existia antes de mim. 31Também eu não o conhecia, mas se eu vim batizar com água, foi para que ele fosse manifestado a Israel”.
32E João deu testemunho, dizendo: “Eu vi o Espírito descer, como uma pomba do céu, e permanecer sobre ele. 33Também eu não o conhecia, mas aquele que me enviou a batizar com água me disse: ‘Aquele sobre quem vires o Espírito descer e permanecer, este é quem batiza com o Espírito Santo’. 34Eu vi e dou testemunho: Este é o Filho de Deus!”

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

Entramos na primeira parte do Tempo Comum da liturgia da Igreja, contemplando o Cordeiro de Deus. Estamos dispostos a segui-lo o ano todo, a vida toda. Olharemos neste ano para Jesus assim como é visto pelo evangelista São Mateus. Começamos, porém, com a visão joanina. É assim todos os anos. Neste domingo lemos o Evangelista São João, e depois seguimos com o Evangelista deste ano, que é São Mateus. Desde cedo a comunidade joanina viu que Jesus era o Verbo encarnado, o único gerado pelo Pai desde toda a eternidade e não apenas o Messias ou um simples homem. Se às vezes os Sinóticos nos dão a impressão de estarmos seguindo um homem forte que pouco a pouco se revela como Messias e Deus, João nos dá a segurança de que precisamos.
Somos seguidores do Deus encarnado, não de um líder poderoso, nem de uma ideia fantástica. Seguimos alguém muito próximo de nós, que veio com uma missão precisa. Ele é o Servo do Senhor, ele é o Cordeiro de Deus. Sua missão é tirar o mundo do domínio do Pecado, é estabelecer a justiça, é restaurar o povo de Deus, fazendo-o renascer na água e no Espírito. Ele tem sobre si o Sopro divino do Espírito que, como o Vento de Pentecostes, movimenta a vida. Podemos segui-lo sem medo.
São João Batista estava batizando no rio Jordão e vê Jesus que vem ao seu encontro. Apresenta-o a seus discípulos, e a todos nós. Este é “o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo”. Na celebração da Páscoa, um cordeiro devia ser imolado e seu sangue colocado no batente das portas como sinal para o “flagelo destruidor”. Assim, a família seria poupada da morte do seu primogênito. João vê Jesus e o identifica com o cordeiro da Páscoa, apresentando-o como o Cordeiro por excelência, o que é capaz de tirar o mundo da dominação do Pecado com o seu próprio sangue, o que não fazia o sangue do cordeiro imolado na Páscoa. O sangue do Cordeiro de Deus será derramado e marcará a vida de seus seguidores, protegendo-os do poder da morte.
Este Jesus veio depois de João, mas já existia antes dele, porque “no princípio era o Verbo”. Ele foi além de João, que só batizava na água. Jesus batiza na água e no Espírito Santo. Diferentemente dos outros Evangelhos, neste que estamos lendo é João Batista quem vê o Espírito Santo pousar sobre Jesus. Se antes não o conhecia, agora sabe quem ele é, por indicação do Espírito Santo. O sinal é dado a João para que ele reconheça que o homem que entra nas águas é o Filho de Deus, e vá em frente, como precursor, preparando o caminho do Senhor.
O Servo Sofredor dos cânticos do Segundo Isaías é o Messias. Pode ser também o retrato do próprio profeta ou do povo que espera pelo Messias. É, porém, sem dúvida, aquele que vem para restaurar as tribos de Jacó e ser luz para que a salvação de Deus chegue a todos em todos os lugares. O Salmista vê o Messias chegando. Ele vem para realizar com prazer a vontade de Deus. Sua missão é clara: ele anunciará a justiça de Deus na grande assembleia. Paulo por sua vez afirma aos coríntios que eles foram santificados em Cristo e formam uma só família com todos os que invocam o nome de Jesus em qualquer lugar deste mundo. É a Igreja, continuadora da missão de Jesus.
O Tempo Comum continua até o início da Quaresma. Leremos nos domingos o início do Sermão da Montanha, o primeiro dos cinco discursos de Jesus em Mateus, e durante a semana o Evangelho de Marcos, que já começou a ser lido na primeira semana do Tempo Comum.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2017’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Celebramos hoje o 2º domingo do Tempo Comum. João nos apresenta “o Cordeiro de Deus, aquele que tira o pecado do mundo”. O precursor nos testemunha ainda que Jesus é verdadeiramente “o Filho de Deus”, a quem neste dia acolhemos em nossa vida e nos dispomos a seguir.
Deixe-se conduzir pela ação do Espírito Santo que reza em nós, dizendo: “Ó divino Espírito, ensina-me tudo quanto Jesus ensinou. Dá-me inteligência para entender; memória para lembrar; vontade dócil para praticar; coração generoso para corresponder aos teus convites. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto bíblico? Faça sua leitura e procure identificar o contexto do relato evangélico: lugares, pessoas e acontecimentos. Qual é a comunicação que o Batista nos faz hoje?
“O testemunho de João Batista é situado no tempo: ‘No dia seguinte’ (v.29). A história é o lugar aberto ao testemunho. Há uma tríplice afirmação sobre Jesus: ele é o ‘Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo’ (v. 29), aquele sobre quem o Espírito permanece (cf. vv. 32-33), ele é o Filho de Deus (v. 34). A expressão ‘Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo’ aparece uma única vez no Novo Testamento. Rica de significado, ela é um título cristológico. Pode evocar tanto o servo sofredor de Is 53,7 quanto o cordeiro imolado de Ap 14,10; 17,14, ou ainda o cordeiro pascal (cf. Jo 19,14), sem defeito, de quem nenhum osso foi quebrado (cf. Jo 19,31-36)” (Reflexão de Pe. Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você hoje? Qual palavra encontrou sintonia com a realidade que você está vivendo? Que leitura podemos fazer da expressão “Cordeiro de Deus, aquele que tira o pecado do mundo”? Contemple a missão do “Servo de Deus, que tira o mundo do domínio do Pecado, estabelece a justiça e restaura o novo povo de Deus”.

Oração (Vida)
É hora do diálogo direto com Deus. Apresente ao Senhor a oração que brotou em seu coração. Depois, conclua com a oração composta por São João Paulo II: “Senhor Jesus, concede-me crer firmemente no amor que tu me revelaste e que doaste no teu Evangelho. Faze que eu ouça cada dia a tua voz que me chama a seguir-te para sentir sempre em mim os benefícios da tua redenção. Amém.”

Contemplação (Vida e Missão)
O encontro com a Palavra gera em nós vida nova. Com a Palavra na mente e no coração, qual gesto você se propõe a viver no dia de hoje?

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

[apss_share]