Liturgia diária As obras que eu faço dão testemunho de mim

3ª Semana do Advento – Ano Litúrgico A

14 de dezembro de 2016

ORAÇÃO DO DIA

Pai, reconheço Jesus como manifestação de tua imensa misericórdia pela humanidade. Dá-me tua luz para que eu o acolha como Messias salvador.

PRIMEIRA LEITURA:  Is 56,1-3a.6-8

Leitura do Livro do Profeta Isaías – 1Isto diz o Senhor: “Cumpri o dever e praticai a justiça, minha salvação está prestes a chegar e minha justiça não tardará a manifestar-se”. 2Feliz do homem que assim proceder e que nisso perseverar, observando o sábado, sem o profanar, preservando suas mãos de fazer o mal. 3aNão diga o estrangeiro que aderiu ao Senhor: “Por certo o Senhor me excluirá de seu povo”. 6Aos estrangeiros que aderem ao Senhor, prestando-lhe culto, honrando o nome do Senhor, servindo-o como servos seus, a todos os que observam o sábado e não o profanam, e aos que mantêm aliança comigo 7— a esses conduzirei ao meu santo monte e os alegrarei em minha casa de oração; aceitarei com agrado em meu altar seus holocaustos e vítimas, pois minha casa será chamada casa de oração para todos os povos”. 8Diz o Senhor Deus, que reúne os dispersos de Israel: “Ainda reunirei com eles outros, além dos que já estão reunidos”.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 66

          — Que as nações vos glorifiquem, ó Senhor, que todas as nações vos glorifiquem.
— Que as nações vos glorifiquem, ó Senhor, que todas as nações vos glorifiquem.

— Que Deus nos dê a sua graça e sua bênção, e sua face resplandeça sobre nós! Que na terra se conheça o seu caminho e a sua salvação por entre os povos.

— Exulte de alegria a terra inteira, pois julgais o universo com justiça; os povos governais com retidão, e guiais, em toda a terra, as nações.

— A terra produziu sua colheita: o Senhor e nosso Deus nos abençoa. Que o Senhor e nosso Deus nos abençoe, e o respeitem os confins de toda a terra!

EVANGELHO: Jo 5,33-36

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São João.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, Jesus disse aos judeus: 33“Vós mandastes mensageiros a João, e ele deu testemunho da verdade. 34Eu, porém, não dependo do testemunho de um ser humano. Mas falo assim para a vossa salvação. 35João era uma lâmpada que estava acesa e a brilhar, e vós com prazer vos alegrastes por um tempo com a sua luz. 36Mas eu tenho um testemunho maior que o de João; as obras que o Pai me concedeu realizar. As obras que eu faço dão testemunho de mim, mostrando que o Pai me enviou”. – Palavra da Salvação

– Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

O quarto evangelho mostra a importância relativa de São João Batista. Destaca-o de forma extraordinária, colocando-o duas vezes no solene prólogo do evangelho, mas mostra o tempo todo que, apesar da grandeza de João, ele de fato não é o Cristo. Isto era preciso ser dito com clareza porque seus discípulos se perguntavam se não seria ele o Cristo. Ele veio como precursor e afirmava que depois dele deveria vir um outro mais forte do que ele. É aquele que esperamos neste Advento, anunciado por João e que não é João Batista. Os que vão crer em Jesus, o Messias verdadeiro, vão crer por meio da pregação de João que dará início a uma corrente de seguidores de Jesus. João tinha consciência de que era preciso que Jesus crescesse e ele mesmo diminuísse. João deu testemunho de Jesus, embora Jesus não precisasse de nenhum testemunho humano, porque quem testemunha em seu favor é o próprio Pai pelas obras que lhe concede realizar. Os discípulos de João olhavam para ele e nele se fixavam. O desejo de João é que olhassem para onde ele mesmo olhava, isto é, para o Cordeiro de Deus, que ele mostrou aos seus discípulos e que os discípulos seguiram. Aí começou a corrente dos que iam crer, quando André e Filipe foram atrás de Jesus. João veio dar testemunho da luz para que todos cressem por meio dele.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2016’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém! Rezemos: “Vinde, Espírito Santo, enchei os corações de vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai, Senhor, o vosso Espírito, e tudo será criado, e renovareis a face da terra. Oremos: Senhor, nosso Deus, que pela luz do Espírito Santo instruístes o coração dos vossos fiéis, fazei-nos dóceis ao mesmo Espírito, para apreciarmos o que é justo e nos alegrarmos sempre com a sua presença. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto bíblico? “João era a lâmpada que iluminava com sua chama ardente, e vós gostastes, por um tempo, de alegrar-vos com a sua luz.” Faça a leitura do texto, grifando os verbos utilizados e os personagens que aparecem durante a narrativa. Repita a leitura quantas vezes julgar necessário, para melhor compreender o texto.

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você? Qual palavra ou expressão mais o(a) tocou? Atualize a Palavra, trazendo-a para sua vida, e escute o que o Senhor lhe diz. Se você sentir necessidade, leia novamente o texto e faça a sua meditação.

Oração (Vida)
O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? Apresente ao Senhor a sua oração e aproxime-se dele sem medo. Apresente-lhe também as necessidades do povo de Deus e agradeça-lhe sua vida e tudo o que Ele lhe concede.

Contemplação (Vida e Missão)
Qual novo olhar nasceu em você, a partir da Palavra? Sintetize em uma palavra tudo o que o Senhor o(a) convida a viver neste dia.

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

[apss_share]