Oração diária, Quem me receber, estará recebendo Aquele que me enviou - Lc 9,46-50

Na liturgia diária de hoje lemos o Evangelho: Lc 9,46-50

É triste a tendência da dominação e do exercício do poder. Jesus coloca nomeio dos discípulos uma criança, modelo de simplicidade e acolhimento

Façamos a oração do dia: Pai, que eu busque sempre destacar-me no serviço ao meu semelhante, de modo especial, os mais necessitados, pois nisto consiste minha verdadeira grandeza de discípulo.

26ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico A

Liturgia do dia 28 de setembro de 2020

PRIMEIRA LEITURA: 

Leitura do Livro de Jó – 6Um dia, foram os filhos de Deus apresentar-se ao Senhor; entre eles também Satanás. 7O Senhor, então, disse a Satanás: “Donde vens?” “Venho de dar umas voltas pela terra”, respondeu ele. 8O Senhor disse-lhe: “Reparaste no meu servo Jó? Na terra não há outro igual: é um homem íntegro e correto, teme a Deus e afasta-se do mal”.

9Satanás respondeu ao Senhor: “Mas será por nada que Jó teme a Deus? 10Porventura não levantaste um muro de proteção ao redor dele, de sua casa e de todos os seus bens? Tu abençoaste tudo o que ele fez, e seus rebanhos cobrem toda a região. 11Mas, estende a mão e toca em todos os seus bens; e eu garanto que ele te lançará maldições no

rosto!”

12Então o Senhor disse a Satanás: “Pois bem, de tudo o que ele possui, podes dispor, mas não estendas a mão contra ele”. E Satanás saiu da presença do Senhor. 13Ora, num dia em que os filhos e filhas de Jó comiam e bebiam vinho na casa do irmão mais velho, 14um mensageiro veio dizer a Jó: “Estavam os bois lavrando e as mulas pastando a seu lado, 15quando, de repente, apareceram os sabeus e roubaram tudo, passando os criados ao fio de espada.

Só eu consegui escapar para trazer-te a notícia”.

16Estava ainda falando, quando chegou outro e disse: “Caiu do céu o fogo de Deus e matou ovelhas e pastores, reduzindo-os a cinza. Só eu consegui escapar para trazer-te a notícia”. 17Este ainda falava, quando chegou outro e disse: “Os caldeus, divididos em três bandos, lançaram-se sobre os camelos e levaram-nos consigo, depois de passarem os criados ao fio da espada. Só eu consegui escapar para trazer-te a notícia”.

18Este ainda falava, quando chegou outro e disse: “Teus filhos e tuas filhas estavam comendo e bebendo vinho na casa do irmão mais velho, 19quando um

furacão se levantou das bandas do deserto e se lançou contra os quatro cantos da casa, que desabou sobre os jovens e os matou. Só eu consegui escapar para trazer-te a notícia”.

20Então, Jó levantou-se, rasgou o manto, rapou a cabeça, caiu por terra e, prostrado, disse: 21“Nu eu saí do ventre de minha mãe e nu voltarei para lá. O Senhor deu, o Senhor tirou: como foi do agrado do Senhor, assim foi feito. Bendito seja o nome do Senhor!” 22Apesar de tudo isso, Jó não cometeu pecado nem se revoltou contra Deus

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 17(16)

— Inclinai o vosso ouvido e escutai-me!
— Inclinai o vosso ouvido e escutai-me!

— Ó Senhor, ouvi a minha justa causa, escutai-me e atendei o meu clamor! Inclinai o vosso ouvido à minha prece, pois não existe falsidade nos meus lábios!

— De vossa face é que me venha o julgamento, pois vossos olhos sabem ver o que é justo. Provai meu coração durante a

noite, visitai-o, examinai-o pelo fogo, mas em mim não achareis iniquidade.

— Eu vos chamo, ó meu Deus, porque me ouvis, inclinai o vosso ouvido e escutai-me! Mostrai-me vosso amor maravilhoso, vós que salvais e libertais do inimigo quem procura a proteção junto de vós.

EVANGELHO:  Lc 9,46-50

– O Senhor esteja convosco.
– Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
– Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 46houve entre os discípulos uma discussão, para saber qual deles seria o maior.47Jesus sabia o que estavam pensando, pegou então uma criança, colocou-a junto de si 48e disse-lhes: “Quem receber esta criança em meu nome, estará recebendo a mim. E quem me receber, estará recebendo aquele que me enviou. Pois aquele que entre todos vós for o menor, esse é o maior”.

49João disse a Jesus: “Mestre, vimos um homem que expulsa demônios em teu nome. Mas nós lho proibimos, porque não anda conosco”. 50Jesus disse-lhe: “Não o proibais, pois quem não está contra vós, está a vosso favor”

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

Os discípulos tinham receio de pedir a Jesus explicações sobre o anúncio de sua paixão, porque a preocupação deles era outra. Não estavam atrás de sofrimento, nem de cruz, nem de renúncia, e muito menos do último lugar. Chegaram a discutir entre eles para saber quem era o maior. Com muita paciência, Jesus, pondo-se ao lado de uma criança, explica a grandeza da criança, que é menor. Assim, será grande entre os discípulos aquele que for o menor. Os apóstolos se mostram perfeitamente humanos, querendo saber quem deles era o maior. Faz parte do nosso instinto natural de vaidade querer aparecer, estar à frente dos outros, estar por cima de todos. Nada estranho, mas é isso que alimenta o pecado do mundo. Os discípulos de Jesus de todos os tempos devem ir em direção contrária. Seus valores são outros. Acreditam na possibilidade de um mundo novo e melhor, guiado pelo Espírito Santo de amor e solidariedade. A comunidade dos cristãos não se isola como dona da verdade nem exclui os demais como concorrentes ameaçadores, como fez o apóstolo João, que proibiu alguém de expulsar demônios em nome de Jesus por não pertencer ao grupo dos discípulos.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

Nesta semana que se inicia, desejamos, no encontro com o Senhor por meio da leitura orante, entregar a Ele tudo o que iremos viver e pedir-lhe as luzes e as graças necessárias para nossa caminhada.
Prepare-se para a leitura orante com este refrão meditativo.

Leitura (Verdade)

O que diz o texto bíblico? Quais são as palavras ou gestos de Jesus? Qual tema perpassa a discussão dos personagens? Por que a necessidade de se fazer pequeno como uma criança para ser o maior no Reino dos Céus?

“O aprendizado dos discípulos é muito lento; eles não conseguem superar a ótica humana. As palavras de Jesus eram percebidas através de um filtro que legitimava sua miopia. Jesus fala dos sofrimentos futuros que o iriam atingir. Alheios a isto, eles disputam o primeiro lugar.

Qual deles seria o maior? Jesus responde indicando uma criança, pouco valorizada entre eles e mesmo na família. Elas são as mestras que devem ser imitadas, derrubando a pirâmide social existente.

João, como porta-voz do grupo, aponta um perigo: alguns que não eram do grupo estavam expulsando espíritos. Jesus não fecha as fronteiras do Reino e acolhe o bem onde ele estiver. O bem não é propriedade de ninguém e sempre vem de Deus.” (Viver a Palavra – 2020. Frei Aldo Colombo – Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)

Estar atento contra a inveja e o ciúme. É triste a tendência da dominação e do exercício do poder. Jesus coloca nomeio dos discípulos uma criança, modelo de simplicidade e acolhimento, trazendo a descoberto o desejo deles de poder e distinção.

Oração (Vida)

Ó Jesus, passastes entre nós fazendo o bem, mostrando teu poder, sobretudo, no perdão e na misericórdia, na simplicidade e no serviço gratuito, dá-me um coração de criança, que se deixe guiar por tua Palavra e teu exemplo. Faça-me dócil instrumento da tua paz, da tua verdade e da tua alegria. Ore com esta canção:

Contemplação (Vida e Missão)

Permaneça por alguns instantes em silêncio e procure sintetizar em poucas palavras o apelo que a Palavra de Deus lhe faz.

Bênção

  • O Senhor Deus nosso Pai esteja sempre conosco.
  • Ele está no meio nós.

Oremos: “Senhor nosso Deus, Que enviastes Vosso Filho ao mundo Para curar as nossas enfermidades, Levar sobre Si as nossas dores, Redimir nossos pecados e Nos dar a Vida Eterna que vem de Vós, Tendes Piedade de nós!

Deus Misericordioso, Que cuida de todas as Vossas Criaturas, Atendei as nossas suplicas, e Segundo a Vossa Vontade, Protegei o Vosso Povo, Oprimido por essa doença terrível. Guardai e mantenhais a saúde daqueles Que não contraíram essa doença e Dai Senhor, aos que a contraíram, Paciência fortalecida, fé renovada e A cura desse mal, Para que todos nós desfrutemos De plena e duradoura saúde! Por Jesus Cristo nosso Senhor.” Amém.

Todo o Louvor, toda a Honra, toda a Gratidão, Toda a Fé, toda a Confiança, Toda a Adoração e toda a Glória Sejam dadas aos Senhor nosso Deus, Agora e para sempre! Em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo! Amém.

Confira a Homilia dominical.Clique aqui