Liturgia diária, Mestre, qual é o maior mandamento da Lei? - Mt 22,34-40

Na liturgia diária de hoje lemos o Evangelho: Mt 22,34-40

O Evangelho nos convida a rever a nossa capacidade de Amar a Deus e amar o próximo. Nem sempre percebemos a estreita relação entre esses dois mandamentos.

Façamos a oração do dia: Pai, que o meu amor a ti se manifeste na solidariedade para com o meu próximo. E que a comunhão com o meu próximo expresse meu profundo amor por ti.

24ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico A

Liturgia do dia 25 de outubro de 2020

PRIMEIRA LEITURA: Ex 22,20-26

Naquele tempo, 34os fariseus ouviram dizer que Jesus tinha feito calar os saduceus. Então eles se reuniram em grupo, 35e um deles perguntou a Jesus, para experimentá-lo: 36“Mestre, qual é o maior mandamento da Lei?”

37Jesus respondeu: “‘Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento!’ 38Esse é o maior e o primeiro mandamento. 39O segundo é semelhante a esse: ‘Amarás ao teu próximo como a ti mesmo’. 40Toda a Lei e os profetas dependem desses dois mandamentos”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

SALMO 18(17)

— Eu vos amo, ó Senhor, sois minha força e salvação.
— Eu vos amo, ó Senhor, sois minha força e salvação.

— Eu vos amo, ó Senhor! Sois minha força,/ minha rocha, meu refúgio e Salvador!/ Ó meu Deus, sois o rochedo que me abriga,/ minha força e poderosa salvação.

— Ó meu Deus, sois o rochedo que me abriga,/ sois meu escudo e proteção: em vós espero!/ Invocarei o meu Senhor: a ele a glória!/ E dos meus perseguidores serei salvo!

— Viva o Senhor! Bendito seja o meu Rochedo!/ E louvado seja Deus, meu Salvador!/ Concedeis ao vosso rei grandes vitórias/ e mostrais misericórdia ao vosso Ungido.

SEGUNDA LEITURA: 1Ts 1,5c-10

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Tessalonicenses

Irmãos: 5cSabeis de que maneira procedemos entre vós, para o vosso bem. 6E vós vos tornastes imitadores nossos e do Senhor, acolhendo a Palavra com a alegria do Espírito Santo, apesar de tantas tribulações. 7Assim vos tornastes modelo para todos os fiéis da Macedônia e da Acaia. 8Com efeito, a partir de vós, a Palavra do Senhor não se divulgou apenas na Macedônia e na Acaia, mas a vossa fé em Deus propagou-se por toda parte. Assim, nós já nem precisamos falar, 9pois as pessoas mesmas contam como vós nos acolhestes e como vos convertestes, abandonando os falsos deuses, para servir ao Deus vivo e verdadeiro, 10esperando dos céus o seu Filho, a quem ele ressuscitou dentre os mortos: Jesus, que nos livra do castigo que está por vir.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

EVANGELHO:  Mt 22,34-40

– O Senhor esteja convosco.
– Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
– Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 34os fariseus ouviram dizer que Jesus tinha feito calar os saduceus. Então eles se reuniram em grupo, 35e um deles perguntou a Jesus, para experimentá-lo: 36“Mestre, qual é o maior mandamento da Lei?”
37Jesus respondeu: “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento!’ 38Esse é o maior e o primeiro mandamento. 39O segundo é semelhante a esse: ‘Amarás ao teu próximo como a ti mesmo’. 40Toda a Lei e os profetas dependem desses dois mandamentos”

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

Inseridos no mundo como o fermento na massa, os missionários ensinam e mostram que o mandamento de Deus consiste na prática do amor. O que Deus espera da humanidade é que as pessoas se relacionem bem. Destratar o próximo é ofender a Deus. Tratar bem as pessoas com as quais nos relacionamos, em todos os níveis de nossa vida, é louvar a Deus.

Alguns terão consciência de que Deus está presente por trás e por dentro de tudo e o colocarão em primeiro lugar em sua vida. Por causa dele e por sua glória procurarão criar um mundo justo no qual se possa viver em paz. Outros, sem muita consciência da existência de Deus, mas com forte senso de humanismo, farão a mesma coisa e assim participarão do mistério pascal de Cristo por um caminho que só Deus conhece.

Tudo o que está escrito na Lei e nos Profetas, isto é, em toda a Bíblia, depende do único mandamento do amor, que consiste em amar a Deus sobre todas as coisas e o próximo como a si mesmo. Havia violência nas mãos dos habitantes de Nínive, e o grande missionário, Jonas, foi até lá, enviado por Deus, para que os ninivitas mudassem seu sistema de vida, tornando possível a convivência humana naquela cidade.

Não era suficiente deixar o mau caminho ou rever ações isoladas. Era preciso atingir o sistema gerador da violência que os ninivitas tinham em suas mãos. Os discípulos missionários em qualquer ambiente e em todos os lugares ensinarão – Jesus sempre ensinava – a não maltratar nem oprimir os estrangeiros.

Ensinarão a não fazer mal a quem não tem defesa. Naquele tempo, a viúva e o órfão, juntamente com os estrangeiros, representavam os segmentos mais desprotegidos da sociedade. Não cobrar juros do necessitado nem ficar com o penhor de quem dele precisa para sobreviver.

Deus mesmo diz que são felizes os misericordiosos em todos os povos e nações e que eles alcançarão misericórdia. Nossa realidade é mutável, por isso o discípulo missionário está sempre atento à realidade de vida na qual está inserido. Toda mudança de sistema e de estrutura social supõe uma boa análise, iluminada por princípios que priorizem o ser humano. Assim professaremos todos a fé, consciente ou inconscientemente, num único Deus santo e justo.

Os discípulos missionários que chegaram a Tessalônica, Paulo, Lucas, Silas e Timóteo, lá estiveram para o bem da população. O missionário não é proselitista. Ele age para o bem do povo no qual se encontra, porque ele é movido pelo Espírito Santo e não por interesses escusos. O mesmo Espírito abre os corações dos destinatários da Palavra e os torna, por sua vez, discípulos missionários.

Os tessalonicenses se tornaram imitadores do grupo apostólico que os evangelizou. Superaram as perseguições e, na alegria do Espírito Santo, transmitiram a fé por toda parte e se tornaram modelo para todos os fiéis da região em que habitavam. A Irmãzinha Madalena de Jesus disse ao teólogo e arcebispo Bruno Forte que a tarefa dos teólogos é fazer falar a caridade.

Esta é, sem dúvida, a tarefa de todos os cristãos, sobretudo dos que estão convencidos, segundo o mesmo teólogo, de que “o amor dá um sentido novo à vida, um sentido até revolucionário, se confrontado com a lógica do sucesso que domina as ambições do mundo”.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

iturgia do 30º domingo do Tempo Comum. A Palavra de Deus hoje nos convida a rever a nossa capacidade de amar. Amar a Deus e amar o próximo. Nem sempre percebemos a estreita relação entre esses dois mandamentos. Madre Teresa de Calcutá, em uma de suas frases, afirma que “é fácil amar os que estão longe, mas nem sempre é fácil amar os que vivem ao nosso lado”.

Leitura (Verdade)

O que diz o texto bíblico? Quais são as palavras ou gestos de Jesus? Qual é o tema que perpassa a discussão dos personagens? Procure perceber o contexto do relato: lugares, pessoas, perguntas…
“O universo religioso dos saduceus, fariseus e doutores da lei passava por um intrincado sistema de leis, que regulamentava até os menores gestos. Um grupo oportunista quer saber qual o maior entre os Mandamentos. A resposta é clara e conhecida. O primeiro mandamento é amar a Deus, sem medidas. Jesus dá outra resposta, que não havia sido solicitada: o segundo mandamento, amar o próximo. O amor a Deus pode esconder-se em teorias; o amor ao próximo é concreto. Trata-se de amar a todos, amar também os que não são amáveis e privilegiar, no amor, os mais necessitados: a viúva, o órfão e o estrangeiro. Deus ouvirá o clamor dos pequenos. Há mil maneiras de amar o próximo; há só uma maneira de amar a Deus: amando o próximo

Meditação (Caminho)

Amar o próximo é desafio, graça e caminho para Deus.O que o Texto bíblico de hoje fala para mim?
Em sua vida, seu trabalho, seu relacionamento com as pessoas, como você procura vivero mandamento do amor?
Sem amor não conseguimos ser presença de esperança na vida dos irmãos; sem amor não há compromissos duradouros; sem amor não há seguimento de Jesus; sem amor a vida perde o sentido; sem amor não há como resgatar a dignidade das pessoas marginalizadas; sem amor não tem sentido doar a vida; sem amor não há perdão…

Oração (Vida)

Invocações a Jesus Mestre:
“Jesus Mestre, santificai meus pensamentos e aumentai minha fé.
Jesus Mestre, libertai-me do desânimo e fortificai minha esperança.
Jesus, Mestre vivo na Igreja, ajudai-me a viver a solidariedade e o amor.
Jesus Mestre, caminho entre o Pai e nós, tudo vos ofereço e de Vós tudo espero.
Jesus, Caminho da santidade, tornai-me vosso fiel seguidor.
Jesus Caminho, tornai-me perfeito como o Pai que está nos céus.
Jesus Vida, vivei em mim, para que eu viva em Vós.
Jesus Vida, fazei-me viver eternamente na alegria do vosso amor.
Jesus Verdade, que eu seja luz para o mundo.
Jesus Caminho, que eu seja vossa testemunha autêntica diante de todos.
Jesus Vida, fazei que minha presença comunique vosso amor e vossa alegria. Amém.”

Contemplação (Vida e Missão)

Como você deseja viver concretamente durante este dia os apelos que o Senhor lhe faz? De que forma a Palavra de Deus estará presente nest

Bênção

O Senhor, Deus de amor e paz, habite em vossos corações, oriente os vossos passos e confirme os vossos corações em seu amor. Vá em paz e seja um mensageiro (a) da Boa Nova

Confira a Homilia dominical.Clique aqui