Oração diária, Trabalhai pelo alimento que permanece até à vida eterna - Jo 6,22-29

Na liturgia diária de hoje lemos o Evangelho: Jo 6,22-29

Acolhamos o convite de Jesus para trabalharmos pelo alimento que não perece e que permanece até a vida eterna. Esse alimento é o próprio Jesus.

Façamos a oração do dia: Senhor, que nosso coração esteja sempre aberto para compreender os teus sinais. Que não nos falte o pão do sustento e o pão da Palavra.

3ª Semana da Páscoa – Ano Litúrgico B

Liturgia do dia 19 de abril de 2021

PRIMEIRA LEITURA:  At 6,8-15 

Leitura dos Atos dos Apóstolos

Naqueles dias, 8Estêvão, cheio de graça e poder, fazia prodígios e grandes sinais entre o povo. 9Mas alguns membros da chamada Sinagoga de Libertos, junto com cirenenses e alexandrinos, e alguns da Cilícia e da Ásia, começaram a discutir com Estêvão.

10Porém, não conseguiam resistir à sabedoria e ao Espírito com que ele falava. 11Então subornaram alguns indivíduos, que disseram: “Ouvimos este homem dizendo blasfêmias contra Moisés e contra Deus”. 12Desse modo, incitaram o povo, os anciãos e os doutores da Lei, que prenderam Estêvão e o conduziram ao Sinédrio.

13Aí apresentaram falsas testemunhas, que diziam: “Este homem não cessa de falar contra este lugar santo e contra a Lei. 14E nós o ouvimos afirmar que Jesus Nazareno ia destruir este lugar e ia mudar os costumes que Moisés nos transmitiu”.

15Todos

os que estavam sentados no Sinédrio tinham os olhos fixos sobre Estêvão, e viram seu rosto como o rosto de um anjo.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

SALMO 119(118)

— Feliz é quem na lei do Senhor Deus vai progredindo.

— Feliz é quem na lei do Senhor Deus vai progredindo.

— Que os poderosos reunidos me condenem; o que me importa é o vosso julgamento! Minha alegria é a vossa Aliança, meus conselheiros são os vossos mandamentos.

— Eu vos narrei a minha sorte e me atendestes, ensinai-me, ó Senhor, vossa vontade! Fazei-me conhecer vossos caminhos, e então meditarei vossos prodígios!

— Feliz é quem na lei do Senhor Deus vai progredindo.

— Afastai-me do caminho da mentira e dai-me a vossa lei como um presente! Escolhi seguir a trilha da verdade, diante de mim eu coloquei vossos preceitos.

EVANGELHO: Jo 6,22-29 

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

— Glória a vós, Senhor.

Depois que Jesus saciara os cinco mil homens, seus discípulos o viram andando sobre o mar. 22No dia seguinte, a multidão que tinha ficado do outro lado do mar constatou que havia só uma barca e que Jesus não tinha subido para ela com os discípulos, mas que eles tinham partido sozinhos.

23Entretanto,

tinham chegado outras barcas de Tiberíades, perto do lugar onde tinham comido o pão depois de o Senhor ter dado graças. 24Quando a multidão viu que Jesus não estava ali, nem os seus discípulos, subiram às barcas e foram à procura de Jesus, em Cafarnaum.

25Quando o encontraram no outro lado do mar, perguntaram-lhe: “Rabi, quando chegaste aqui?” 26Jesus respondeu: “Em verdade, em verdade, eu vos digo: estais me procurando não porque vistes sinais, mas porque comestes pão e ficastes satisfeitos. 27Esforçai-vos não pelo alimento que se perde, mas pelo alimento que permanece até a vida eterna, e que o Filho do homem vos dará. Pois este é quem o Pai marcou com seu selo”.

28Então perguntaram: “Que devemos fazer para realizar as obras de Deus?” 29Jesus respondeu: “A obra de Deus é que acrediteis naquele que ele enviou”.

Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

Procuram Jesus não pelos sinais que viram e sim pelo pão que comeram. “Trabalhem pelo alimento que não perece”, aquele que o sinal indica. Precisamos do pão de cada dia. Que não nos falte. Partilhado, ele se torna sinal da presença do Cristo entre nós. Cristo é o alimento que não perece e permanece até a vida eterna. Dele nos alimentamos pela fé e simbolicamente nos sacramentos, de modo particular na Eucaristia, na qual a matéria visível é o pão e o vinho. Qual é o alimento que não perece? Este perece, mesmo aquele que é consagrado. O alimento que não perece está no encontro com Jesus e na partilha com os irmãos. Está no gesto daquele que que se fez homem, sentou-se à mesa, partiu o pão e o entregou para que todos tenham vida.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

No início de mais uma semana, em sintonia com a Palavra de Deus, acolhamos o convite de Jesus para trabalharmos pelo alimento que não perece e que permanece até a vida eterna. Esse alimento é o próprio Jesus. Que Ele nos acompanhe neste dia, em nossos trabalhos, estudos, em todas as atividades que realizarmos, e nos sacie com seu amor e sua paz.
Silenciando seu coração, repita algumas vezes a oração: “Espírito Santo, necessitamos de vossa ajuda para conhecer o caminho que devemos seguir”.

Leitura (Verdade)

O que diz o texto? Observe o contexto do relato evangélico: lugares, pessoas e acontecimentos.

“A multidão parte em busca de Jesus e quer saber como ele chegou ao outro lado do mar. Jesus não responde à pergunta e denuncia o motivo da busca deles. A multidão quer comer sem trabalhar. Jesus, ao contrário, convida a multidão a trabalhar pelo alimento que dura para a vida eterna. João insiste nos sinais de Jesus, em vez de nos milagres. Eles haviam comido o pão, mas não haviam entendido o sinal. No deserto comeram o maná, depois o pão é dado gratuitamente à multidão. O sinal a ser acolhido é a Eucaristia, pão partido e partilhado para a salvação do mundo. A pergunta vale ainda hoje: por que procuramos Jesus? Ele, só ele, é o Pão da Vida eterna, o Pão daqueles que caminham na direção da morada do Pai.”(Viver a Palavra – 2021. Frei Aldo Colombo – Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)

Depois de uma leitura atenta, detenha-se nas palavras que mais chamaram sua atenção. O que procura a multidão?
De que forma Jesus os acolhe?
Qual questionamento Jesus faz?
Quais perguntas a multidão dirige a Jesus?
O que significa praticar as obras de Deus?

Oração (Vida)

“Jesus, Mestre Divino, Vós sois a vida, o amor. Morrestes numa cruz para o mundo renascer todo novo, vida plena. Nós vos louvamos, Senhor, pela vida que nos dais. Vós viveis em nós, nós vivemos em Vós. Vós sois a nossa vida. Jesus, Mestre divino, dai-nos o Espírito Santo, seremos livres, enfim. Saberemos amar, espalhar só o bem e a paz. Jesus, Mestre divino, plenificai o nosso ser. Nossa vida vos irradie, nossa voz sempre anuncie ao mundo a Boa Nova. Amém.”

Contemplação (Vida e Missão)

Faça você também a pergunta: “Que devemos fazer para praticar as obras de deus?” Veja o que Jesus responde e faça seu ato de fé viva.

Bênção

Que Deus Pai, todo amoroso e misericordioso, nos abençoe e nos faça felizes e fortes em todas as circunstâncias. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Confira a Homilia dominical.Clique aqui

AJUDE A MANTER O SITE NO AR !

Nosso site tem uma divida mensal e a cada dia está mais difícil manter o site no ar. Doe qualquer valor e você ira muito ajudar na manutenção e permanência do site no ar ! O seu gesto de amor ajudara muitos catequistas que visitam nosso site

FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR

PIX CHAVE CPF: 16800472808
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

ou

PIX CHAVE EMAIL: [email protected]
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Deus te abençoe !