ORação diária, Todo aquele que faz a vontade do meu Pai... - Mt 12,46-50

Nossa Senhora do Carmo – Ano Litúrgico C

16 de julho de 2020

ORAÇÃO DO DIA

Pai, reforça os laços que me ligam aos meus irmãos e irmãs de fé, de forma a testemunhar que formamos uma grande família, cujo pai és tu.

PRIMEIRA LEITURA: Zc 2,14-17

Leitura do Profeta Zacarias – 14“Rejubila, alegra-te, cidade de Sião, eis que venho para habitar no meio de ti, diz o Senhor. 15Muitas nações se aproximarão do Senhor, naquele dia, e serão o seu povo. Habitarei no meio de ti, e saberás que o Senhor dos exércitos me enviou a ti.
16O Senhor entrará em posse de Judá, como sua porção na terra santa, e escolherá de novo Jerusalém. 17Emudeça todo mortal diante do Senhor, ele acaba de levantar-se de sua santa habitação”

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO Lc 1,46-47

        — Bendita sejais, ó Virgem Maria; trouxestes no ventre a Palavra eterna!
— Bendita sejais, ó Virgem Maria; trouxestes no ventre a Palavra eterna!

— A minh’alma engrandece ao Senhor, e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador.

— Pois, ele viu a pequenez de sua serva, desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. O Poderoso fez por mim maravilhas e santo é o seu nome!

— Seu amor, de geração em geração, chega a todos os que o respeitam. Demonstrou o poder de seu braço, dispersou os orgulhosos.

— Derrubou os poderosos de seus tronos e os humildes exaltou. De bens saciou os famintos e despediu, sem nada, os ricos.

— Acolheu Israel, seu servidor, fiel ao seu amor, como havia prometido aos nossos pais, em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

EVANGELHO: Mt 12,46-50

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 46enquanto Jesus estava falando às multidões, sua mãe e seus irmãos ficaram do lado de fora, procurando falar com ele. 47Alguém disse a Jesus: “Olha! Tua mãe e teus irmãos estão aí fora, e querem falar contigo”.
48Jesus perguntou àquele que tinha falado: “Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos?” 49E, estendendo a mão para os discípulos, Jesus disse: “Eis minha mãe e meus irmãos. 50Pois todo aquele que faz a vontade do meu Pai, que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe”.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

No dia de hoje, em 1251, São Simão Stock, superior-geral da Ordem dos Carmelitas, recebeu das mãos de Nossa Senhora o escapulário. Escapulário é um avental que cai dos ombros, cobrindo as costas e a frente de quem o usa. É uma proteção para a roupa na hora do trabalho. Os frades puseram-se a usá-lo em cima do hábito religioso. Com o passar do tempo tornou-se objeto de devoção, adquirindo um feitio menor, sempre em duas peças caindo dos ombros. É um sinal da proteção de Maria, a Mãe de Jesus. A promessa de Maria se estende a esta vida e à outra. Irá para o céu quem fizer aqui na terra a vontade do Pai, e é este o desejo de quem usa o escapulário. Como não é fácil fazer sempre a vontade do Pai, porque somos rebeldes e inclinados ao mal, contamos com a ajuda e a proteção de Nossa Senhora. O escapulário não é um objeto mágico que nos livra do peso da cruz de cada dia e nos dá o céu sem nosso esforço. Nosso esforço consiste na prática das obras de misericórdia, e Maria, a mulher de coração sensível, fica sempre ao nosso lado, ajudando-nos a não desistir de praticar o bem com amor, apesar dos obstáculos com que a vida nos surpreende. Vendo a nossa fé ativa na caridade, Maria colocará sua coroa no prato das boas obras, na balança de São Miguel no dia do julgamento.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2020’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Memória litúrgica de Nossa Senhora do Carmo. O Evangelho de hoje nos fala da relação familiar que é estabelecida entre Jesus e aqueles que acolhem a sua Palavra. Ele nos diz: “Todo aquele que faz a vontade do meu Pai, que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe”. Para bem acolhermos os seus ensinamentos, peçamos: “Vem, Espírito Santo! Faze-nos amar as Escrituras, para reconhecermos a voz viva de Jesus. Torna-nos humildes e simples, a fim de compreendermos os mistérios do Reino de Deus. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto? Quais personagens estão presentes na narrativa? Qual é o ensinamento de Jesus? Quem é considerado irmão, irmã e mãe de Jesus?

“Uma família só é plenamente feliz quando a mãe está presente. Na Cristandade, Maria, nossa Mãe, é invocada com mais de trezentos títulos. É sempre a mãe de Jesus, a mãe da Igreja, a nossa mãe. Hoje lembramos uma das devoções mais antigas: Nossa Senhora do Carmo, a virgem do escapulário. Maria nunca é um fim, mas o caminho que leva a Jesus. Nas Bodas de Caná, duas frases falam à nossa sensibilidade: “Eles não têm mais vinho” e “Fazei tudo o que ele vos disser”. No texto de hoje, vemos Jesus colocar seu projeto acima dos laços do sangue. É a nova família que se forma a partir da fé e da Palavra. E Maria passa a ser também discípula de Jesus. Ela guardava a Palavra de Deus em seu coração.” (Viver a Palavra – 2020. Frei Aldo Colombo – Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
Qual é a missão da sua família no mundo? De que forma sua família vive a fé? Sua família é edificada sobre a Palavra de Deus? Conta com a proteção e exemplo de Maria?

“Hoje, especialmente, celebramos a memória de Nossa Senhora do Carmo. No culto aos santos está, em primeiro lugar, Maria, a mãe de Jesus (Mateus 2,1; Marcos 3,32; Lucas 2,48; João 19,25). Com fundamentação bíblica, louvamos Maria, proclamando-a bem-aventurada. Nós, cristãos católicos, veneramos Maria porque Deus a escolheu para ser a mãe de seu filho Jesus, nosso único redentor e salvador. A palavra Carmo corresponde ao Monte Carmelo, que significa Jardim, na Palestina (Terra Santa). O escapulário é um sinal de salvação, uma salvaguarda nos perigos e prenda de paz e de aliança eternas”

Oração (Vida)
Lembrai-vos, ó puríssima Virgem Maria, de que nunca se ouviu dizer que algum dos que recorreram à vossa proteção, imploraram a vossa assistência e clamaram por vosso socorro tenha sido por Vós desamparado.

Animado eu, pois, com igual confiança, a Vós, ó Virgem entre todas singular, como à Mãe recorro, de Vós me valho e, gemendo sob o peso dos meus pecados, me prostro aos vossos pés.

Não rejeiteis as minhas súplicas, ó Mãe do Verbo de Deus humanado, mas dignai-Vos de as ouvir propícia, e de me alcançar o que vos rogo. Amém.

Contemplação (Vida e Missão)
Qual é a aplicação da Palavra em sua vida? O que você se propõe a viver hoje? Como pretende atingir esse propósito?

Bênção

O Senhor Jesus Cristo esteja ao meu lado para me sustentar,
Dentro de mim para me encorajar,
Diante de mim para me orientar,
Atrás de mim para me proteger,
Acima de mim para me abençoar.
Ele que vive e reina pelos séculos dos séculos. Amém.
Que a bênção de Deus Pai de amor e bondade desça sobre mim, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Confira a Homilia dominical.Clique aqui

[apss_share]