Junho – Mês dedicado ao Sagrado Coração de Jesus

Alegremos o coração de Jesus

O mês de junho é um mês especial para a Igreja, do mesmo modo que o mês de maio. No mês de junho, além de ser dedicado ao Sagrado Coração de Jesus, que terá a solenidade no dia 16, celebraremos Corpus Christi, no dia 8, e, ainda, o dia do Imaculado Coração de Maria. Além de outros santos populares desse mês como Santo Antônio, São Pedro e São Paulo e São João Batista. Com isso, no mês de junho, acontecem as tradicionais festas juninas, por isso, é um mês especial para a Igreja e para todos nós.

A Solenidade do Sagrado Coração de Jesus é uma data móvel, ou seja, nem sempre ocorre no dia 16 de junho, mas sim na segunda sexta-feira, após a solenidade de Corpus Christi. A solenidade do Sagrado Coração de Jesus é uma das três solenidades do Tempo Comum. De certa maneira, uma está ligada à outra, ou até mesmo uma complementa a outra, pois o Sagrado Coração de Jesus brota do amor do Pai, a Santíssima Trindade é plena comunhão de amor, e a Solenidade de Corpus Christi é Jesus feito carne que vem a nós, que em total prova de amor se entregou por nós na Cruz.

Durante esse mês dedicado ao Sagrado Coração de Jesus, intensifiquemos as nossas orações pelo clero, diáconos, padres e bispos, para que sejam bons servidores do evangelho e busquem a santidade segundo o coração de Jesus. Normalmente, as primeiras sextas-feiras de cada mês ao longo do ano são dedicadas ao Sagrado Coração de Jesus, quando acontece a adoração ao Santíssimo Sacramento e celebração da Santa Missa. O movimento do Apostolado da Oração se reúne e realiza a Hora Santa, rezando por todo o clero. Por isso, ao longo de todo esse mês de junho, somos convidados a pedir ao Sagrado Coração de Jesus por todo o clero e que todos os padres perseverem em seu chamado e possam amar os fiéis a eles confiados, do mesmo modo que Jesus amou. Dedicamos nesse dia a nossa oração pela santificação do clero.

No dia dedicado ao Sagrado Coração de Jesus, somos convidados a preparar em nossa paróquia a Hora Santa e, logo após, a celebração Eucarística. Podemos realizar uma hora santa vocacional pedindo ao Sagrado Coração de Jesus que não faltem sacerdotes para levarem adiante a mensagem de salvação e rezar pela perseverança daqueles que abraçaram a vocação. Quem é do Apostolado da Oração tem uma grande missão, rezar pela Igreja e pedir a Jesus que sopre o “vento” novo do Espírito Santo em toda a Igreja para que ela se renove a cada dia. Em toda comunidade, deve haver o grupo do Apostolado da Oração, pois ele fortalece a comunidade, além de rezar por todos. Seria interessante também a cada ano aumentar os membros do Apostolado. Quem é membro do Apostolado da Oração é também discípulo e missionário de Jesus e tem a missão, sobretudo, de conseguir novos membros para o movimento.

Da ferida aberta pela lança do soldado, jorram sangue e água e esse sangue e água brotam para a vida eterna. Em cada Eucaristia, celebramos o mistério da paixão e morte de Jesus e esse sangue se torna alimento que nos garante a vida eterna. Esse sangue e essa água saem do lado esquerdo de Jesus, lado do coração, lado do amor, que Ele nutria por cada um de nós, por isso somos chamados a amar o próximo do mesmo modo que Ele nos amou. Façamos do nosso coração um espaço sagrado também, onde só entrem coisas boas e transmitamos do mesmo modo tudo de bom aos outros.

O dia do Sagrado Coração de Jesus deve consistir no louvor ao amor íntimo de Jesus pelos homens, na adoração ao coração que mais ama. A partir do coração de Jesus, se abrem as portas do céu e a partir desse coração, nasceu a Igreja primitiva. Esta devoção teria sido pedida pelo próprio Jesus Cristo, por intermédio de aparições à Santa Margarida Maria Alacoque, em meados do século XVII.

Além do Apostolado da Oração que deve ser acompanhado e incentivado, temos também, nessa mesma espiritualidade o grupo do “Movimento Eucarístico Jovem” (MEJ) que está se expandindo cada vez mais. Procure o seu pároco, converse com ele e veja a possibilidade de implementar ou incentivar mais esses movimentos e, no futuro, os jovens do MEJ podem se tornar membros do Apostolado da Oração, e dessa forma terá uma continuidade, assim como outros movimentos e pastorais da Igreja. As pastorais precisam ter continuidade e a Igreja precisa continuar a missão dada por Jesus.

No dia da solenidade do Sagrado Coração de Jesus é propício para renovar os votos daqueles que já fazem parte do Apostolado da Oração e do MEJ e realizar o envio dos novos membros. Na verdade, aqueles que fazem parte do Apostolado da Oração e do MEJ, recebem uma missão, que é rezar pela Igreja e pelos presbitérios e religiosos.

O mês dedicado ao Sagrado Coração de Jesus é uma oportunidade de aprofundarmos a nossa fé para que o amor de Jesus que brota do seu coração inunde a Igreja e toda a terra. A humanidade está precisando de mais amor e menos guerra, e somente conseguiremos a paz se nos prostrarmos em oração diante do Sagrado Coração de Jesus, pois somente por meio da oração conseguiremos a paz e alcançaremos as graças que queremos.

No dia do Sagrado Coração de Jesus é dia de oração mundial pela santificação do clero. Rezemos para que todos os padres tenham o coração semelhante ao coração de Jesus. Que possamos “amar como Jesus amou”.

Orani João, Cardeal Tempesta, O. Cist.

Arcebispo Metropolitano de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ