A Igreja a serviço da Família

807
A Igreja a serviço da Família

“A FAMÍLIA nos tempos de hoje, tanto e talvez mais que outras instituições, tem sido posta em questão pelas amplas, profundas e rápidas transformações da sociedade e da cultura”.
É nos passos da Exortação Apostólica “Familiares Consortio”, de São João Paulo II, que firmaremos os nossos passos na Construção da Família.

Embora as transformações, perseguições e ameaças pelas quais vem passando nos tempos de hoje, a Igreja está “consciente de que o matrimônio e a família constituem um dos bens mais preciosos da humanidade, e quer fazer chegar a sua voz e oferecer a sua ajuda a quem, conhecendo já o valor do matrimônio e da família, procura vivê-lo fielmente, a quem, incerto e ansioso, anda à procura da verdade e a quem está impedido de viver livremente o próprio projeto familiar. Sustentando os primeiros, iluminando os segundos e ajudando os outros, a Igreja oferece o seu serviço a cada homem interessado nos caminhos do matrimónio e da família”.

Os bens preciosos saídos das mãos do Criador – o matrimônio e a família – são a fonte da Graça plena e permanente para os casais que se revestem do Sacramento pelo poder do Espírito Santo. É esta presença santificadora que proporciona a vivência da fidelidade no amor conjugal.

A Igreja – dispensadora dos Sacramentos – como Instituição Divina, não pode ficar à margem e cruzar os braços diante dos perigos e riscos que passam o Matrimônio e a Família, pela presença de lobos vorazes que os rodeiam a todo instante.

Construir a Família sobre a Rocha que é Jesus, através da sua Igreja, e “dirigir-se particularmente aos jovens, que estão para encetar o seu caminho para o matrimónio e para a família, abrindo-lhes novos horizontes, ajudando-os a descobrir a beleza e a grandeza da vocação ao amor e ao serviço da vida”, constitui-se a nossa missão.

Paz e Luz

Catecismo da Igreja Católica

Leia mais artigos do autor:

Em Poucas Palavras

Poesias & Trovas

 Antonio Luiz Macêdo