Ficai atentos e orai a todo momento

(Lc 21,36)

advento tempo de oração

Celebramos neste domingo, o primeiro domingo do Tempo do Advento e abrimos o novo ano litúrgico. Iniciamos assim a nossa preparação para o Natal do Senhor. De igual modo, iniciamos hoje um novo Ano Litúrgico e uma vez mais somos convidados a edificar o reino de Deus aqui na terra. Continuamos na Igreja do Brasil com a Campanha para a Evangelização – ide, sem medo, para servir.

A partir de hoje, trilharemos um caminho em preparação ao Natal de Jesus. O Natal é o mistério da encarnação do amor de Deus. O nascimento de Jesus nos aponta para o centro da nossa fé, que é a Páscoa.

Durante o Tempo do Advento, a cada domingo, vamos acendendo uma vela da coroa do Advento, para significar que a luz vai iluminando as trevas, pois Jesus é a luz que ilumina o mundo. Quando chegarmos ao 4º Domingo do Advento e as velas da coroa estarem todas acesas, significa que a luz que é Jesus está mais perto de nós e o Natal se aproxima.

Somos convidados, nesse tempo, a realizar a nossa confissão sacramental para preparar o nosso coração e nossa vida para receber o Menino Jesus que nascerá no Natal. É um tempo marcado pela vigilância e oração e pela expectativa do nascimento de Jesus.

Na liturgia do Advento, não cantamos o hino do Glória. Guardamos para cantar alegremente na noite de Natal. Além de ser dividido em duas partes, a primeira vai até 16 de dezembro, e a segunda parte, a partir de 17 de dezembro – semana de preparação próxima para o Natal com a famosas antífonas em “Ó” do Magnificat. As leituras a partir de 17 de dezembro falam de maneira mais evidente do nascimento de Jesus, o Senhor está perto.  

Somos convidados na liturgia deste domingo e nas próximas celebrações do Tempo do Advento, a abrir todo o nosso ser para acolher o Senhor que veio, vem e virá. Ele já nasceu uma vez em Belém, agora Ele quer procurar um lugar no nosso coração para nascer novamente, então, nos prepararemos através da oração e vigilância.

A Primeira Leitura da missa do primeiro domingo (Jr 33, 14 -16) está no contexto do retorno povo de Deus do exílio da Babilônia. O Senhor promete salvar Judá e Jerusalém terá uma população confiante. O povo aclamará Deus dizendo: “Senhor Nossa Justiça”. Ou seja, o profeta prevê dias de paz e justiça para todo o povo, é o que acontecerá com o nascimento de Jesus.

O Salmo Responsorial é o 24 (25). Devemos elevar a Deus um louvor de gratidão a ele, por todos os bens que Ele nos concede. Ele reconduz ao bom caminho os pecadores e os guia no caminho da justiça e da paz.

Na Segunda Leitura (1Ts 3, 12-4, 2) São Paulo exorta a comunidade para que o amor entre eles cresça sempre mais, a exemplo do amor de Jesus por todos nós. Dessa forma a comunidade irá construindo um caminho de santidade. A comunidade de Tessalônica era uma comunidade que seguia aquilo que Paulo transmitia a eles e cresciam sempre mais no amor a Deus aos irmãos.

O Evangelho (Lc 21, 25-28.34 – 36) de hoje, assim como os do final do ano litúrgico que passou, tem um cunho e gênero apocalíptico. Nada que deva nos assustar, mas nos preparar para vivermos bem o Tempo do Advento, por meio da oração e vigilância.

Jesus mesmo diz ao final desse evangelho, “ficai atentos e orai a todo momento” (Lc 21,36), para estarmos preparados para esse encontro com o Filho do Homem. Jesus já nasceu uma vez, agora o que nós aguardamos é a sua segunda vinda, no qual Ele nos julgará por nossas ações, sobretudo se soubemos amar o nosso semelhante. A melhor maneira de nos prepararmos para essa segunda vinda de Jesus é através da oração e amando aos nossos semelhantes, acolhendo-O hoje em nossas vidas.

Ninguém sabe quando se dará essa segunda vinda de Jesus, somente o Pai sabe o dia e a hora do nosso encontro com Jesus. Por isso, aproveitemos cada minuto da nossa vida para amar o nosso semelhante e viver de acordo com os mandamentos da lei de Deus. Em cada Eucaristia, pedimos: “Vem, Senhor Jesus”. Que Ele possa vir em nosso coração, na nossa vida e na vida de nossa família.

Aproveitemos esse Tempo do Advento, que é a expectativa para a vinda do Senhor, para corrigir as nossas ações e a buscar uma vida de santidade. Para celebrarmos de uma maneira diferente esse Natal e tendo a certeza de que teremos um novo ano melhor que esse.

O Advento é um tempo esperança: por isso a prioridade com a confissão auricular em preparação para o Natal. Superada a fase mais aguda da pandemia da Covid-19, muitos ficaram privados da confissão auricular. O Advento é este tempo especial de espera e de vigilância para o nascimento do Senhor Jesus, o que requer que nossos corações estejam limpos e abertos à graça do Redentor!

Celebremos com alegria, fé e muita esperança este primeiro domingo do Advento, e que a cada domingo possa acender em nosso coração a “luz” do amor, e que irradiemos essa luz há quem nós encontrarmos ao acendermos as velas da coroa da advento.

Orani João, Cardeal Tempesta, O. Cist.

Arcebispo Metropolitano de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ

AJUDE A MANTER O SITE NO AR !

Nosso site tem uma divida mensal e a cada dia está mais difícil manter o site no ar. Doe qualquer valor e você ira muito ajudar na manutenção e permanência do site no ar ! O seu gesto de amor ajudara muitos catequistas que visitam nosso site

FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR

PIX CHAVE CPF: 16800472808
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

ou

PIX CHAVE EMAIL: [email protected]
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Deus te abençoe !