Festa da Anunciação

Na anunciação, o anjo Gabriel foi enviado por Deus para anunciar a Maria que Ela seria a mãe de Jesus
aqui

Celebramos a solenidade da Anunciação de Nossa Senhora, um momento muito especial em que o anjo Gabriel foi enviado por Deus para anunciar a Maria que Ela seria a mãe de Jesus, o Filho de Deus. Como está escrito: “No sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, a uma virgem prometida em casamento a um homem chamado José, descendente de Davi. O nome da virgem era Maria. O anjo entrou onde ela estava e disse: Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo.” (Lc 1, 26-28)

Este evento é de grande importância para nós, pois marca o início da salvação da humanidade. Maria, com sua humildade e disponibilidade, disse “sim” ao plano de Deus e se tornou a Mãe do Salvador. Dessa forma, também somos chamados a seguir o exemplo de Maria e dizer “sim” ao plano de Deus em nossas vidas. “Eis aqui a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra” (Lc 1, 38), Ela respondeu ao anjo Gabriel. Assim como Maria, precisamos estar dispostos a fazer a vontade de Deus, mesmo que isso possa nos custar muito. Como Jesus disse “Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me.” (Mt 16, 24). Somos lembrados de que Deus sempre tem um plano para cada um de nós, e que devemos estar abertos e dispostos a seguir esse plano, não importa o quão difícil possa parecer.

A história desta celebração da solenidade litúrgica surgiu no século VI, mas foi incorporada na Igreja no fim do século VII, pelo Papa Sérgio I. O Santo Padre realizou uma procissão na Basílica de Santa Maria Maior, que tem os mosaicos do arco triunfal dedicados à maternidade de Maria. E foi definido o 25 de março porque a data marca exatamente os nove meses que antecedem ao Natal.

Que, a exemplo de Maria, possamos confiar no amor e na providência divina, sabendo que Deus está sempre conosco e que Ele nos guiará em todos os momentos de nossa vida. Que possamos nos inspirar na coragem, humildade e disponibilidade de Nossa Senhora, para que possamos também dizer “sim” à vontade de Deus em nossas vidas, colaborando na construção de um mundo mais justo e fraterno e guiado pela paz.

Vivemos um momento conturbado de muitas provações e ter Deus ao nosso lado, com o “sim” à Nossa Senhora, nos fortalece para superarmos qualquer desafio. É o “sim” que nos guia.

Que a Virgem Maria, nossa mãe e intercessora, nos acompanhe em nossa jornada e nos ajude a crescer em nosso relacionamento com Deus. Que Deus abençoe a todos nós, hoje e sempre.

Saudações em Cristo!

+Eurico dos Santos Veloso

Arcebispo Emérito de Juiz de Fora