Encontro de Perseverança: O pecado

520

Iniciar o encontro providenciando um objeto bem pesado, levar para a sala, pedir que um catequizando levante o objeto e fique segurando enquanto a catequista da atenção para outra coisa. Depois perguntar: Está pesado? Está incomodado?. Agora peça para o participante soltar o objeto e pergunte: Está aliviado?.
Em seguida, escolha outro colega para segurar o objeto pesado no seu lugar. Deixe ele lá segurando e continue falando com a turma, depois pergunte: Está pesado? Está incomodado?. E assim por diante, até vários alunos participarem.
           
Hoje nosso encontro é sobre o PECADO, assim como esse objeto, quando você peca isso pesa em seu coração e em sua vida, isso te incomoda, e você precisa se arrepender e se redimir para aliviar.
* Discutir:
-No dia a dia, nós pecamos muito (exemplo de atitudes).
-Vocês têm um momento do dia que param para se arrepender?
-Vocês acham que esses pecados são varridos para baixo do tapete?

* É importante que haja arrependimento. Deus quer que nos redimimos, Deus quer que reconheçamos e expressamos nosso pecado. Deus quer que peçamos perdão! E ACIMA DE TUDO, DEUS QUER QUE APRENDEMOS E NÃO INSISTAMOS NO ERRO.
SÓ Deus vai perdoar os seus pecados! Pedir perdão é se arrepender, é reconhecer o que fez, e é se esforçar para melhorar. Na missa, há o momento
em que cantamos e pedimos perdão, mas esse pode ser feito todos os dias
antes de dormir ou em algum momento de reflexão. Existe também a confissão
com o padre. (Momento em silencio para pensarmos em tudo que vem
acontecendo, momento para nos redimir, para pedir perdão. Oração para
misericórdia e perdão)
– Porque temos vergonha de nos confessar com o padre? Porque temos vergonha quando nossos pais são chamados a escola por algo de errado que fizemos? Porque na hora de FAZER você não tem vergonha e reconhece que é errado e então não faz?
*O pecado é uma ruptura com Deus. É uma atitude de desordem interior e de falta de harmonia entre os irmãos, que nos afasta de Deus, de viver em comunhão com Ele e com a Igreja.
Pelo pecado interrompemos a nossa relação filial com Ele, pela reconciliação experimentamos a alegria do regresso à casa paterna, reconciliamo-nos conosco próprios e com a igreja. É Deus que pela Sua misericórdia nos reconduz à convivência com Ele e à comunhão com os irmãos.
Mateus 7, 3-5

Dinâmica 1:
Materiais necessários: 
papel, caneta e um pedaço de tecido.
1 –Escreva na folha de papel: “É pecado ficar em pé enquanto todos estão sentados”. Não deixe que ninguém veja essa frase antes da dinâmica começar.
2 – Peça que todos fiquem em pé e escolha uma pessoa para participar da dinâmica. Cubra os olhos dessa pessoa e peça que ela fique em pé.
3 – Sente-se e mostre a frase para todas as pessoas presente, peça que ninguém leia a frase em voz alta. (Quando lerem, devem se sentar!)
4 – Pergunte para a pessoa que está em pé e com os olhos vedados se ela está cometendo algum pecado naquele momento. Naturalmente a pessoa dirá que “não”, pois não está vendo a frase que está escrita no papel. Pergunte mais vezes e insista. 
5 – Peça para a pessoa retirar a veda e ler a frase, diga que o que está escrito é só um exemplo. Fale para ela: “Já que você agora sabe que está cometendo um pecado o que você irá fazer? – Naturalmente a pessoa irá se sentar!
* Quando cobrimos os olhos da pessoa representamos todos que cometem pecados, mas não têm o conhecimento de que está pecando. A partir do momento que a pessoa toma conhecimento da Palavra e reconhece seus pecados, ela precisa tomar uma decisão: continuar pecando ou se arrepender e deixar de pecar. A pessoa se sentar após ler, significa o arrependimento.Dinâmica 2:
Material:Um copo (representa o nosso coração); pedras pequenas (representam nossos pecados); água (representa o amor de Deus); uma bacia; uma pinça ou pegador de gelo.
Procedimento: Apresentar um copo cheio d´água dentro de uma bacia. Explicar que Deus nos criou no amor e para o amor. Deus nos fez “cheio” de sua graça, do seu amor de sua bondade (água). Porém quando nos afastamos do amor de Deus o pecado vai entrando em nosso coração (colocar algumas pedras no copo com água) e vai ocupando o espaço do amor de Deus, assim o nosso coração fica duro, brigão, cheio de mágoas, violento, invejoso, mentiroso.
E será que depois de ter um coração empedrado, Deus nos abandona? Será que Deus deixa de nos amar? NÃO – NUNCA!
Mas como Deus não desiste de nós, nos enviou seu Filho Jesus com o poder de perdoar nossos pecados e “limpar” o nosso coração do mal. (Com o pegador ou a pinça tirar as pedras). Ele quer e pode tirar do nosso coração tudo o que nos impede de sermos felizes. Agora que saíram os pecados (pedras que representam mentira, inveja, etc) o que ficou faltando? (Mostrar o copo e esperar que respondam). As pedras transbordaram a água.
Pois é, como Deus nos criou para estarmos sempre cheios de amor, além de tirar os pecados Jesus também quer que sejamos felizes e quer nos encher com o seu amor, sua força (encher o copo de água de novo).