Dia das Mães

Dia das Mães
aqui

Maio é um mês de esperança e alegria. Neste segundo domingo, celebrando o Dia das Mães, uma data muito especial para homenagear todas as mães do mundo. É uma oportunidade para refletir sobre o amor incondicional, sobre o sacrifício e a dedicação que as mães têm por seus filhos. E, também, é um momento para agradecer a Deus por todas as mães.

Recordamos Nossa Senhora com o um exemplo de Mãe — a Mãe de todos nós. Maria é um modelo de humildade, amor e serviço aos outros. Ela é a Mãe de Jesus, mas também é a Mãe da Igreja e de todos os cristãos. Maria nos ensina a confiar em Deus, a buscar a sua vontade em nossas vidas e a viver uma vida de amor e serviço aos outros. A sabedoria de Maria, humilde e inspiradora, nos mostra que sempre há um caminho — não importa o quão difícil às vezes parece ser alguns acontecimentos em nossas vidas, sempre haverá uma solução. Porque Deus está em tudo e precisamos estar abertos para enxergá-lo.

A maternidade é uma das maiores bênçãos de Deus — é a prevalência da vida, o nascer da esperança. Em 2022, Papa Francisco, durante a missa na solenidade de Maria Santíssima, em sua homilia, destacou a necessidade de se homenagear as mães. “Há necessidade de pessoas capazes de tecer fios de comunhão, que contrastem os numerosos fios de arame farpado das divisões”, e completou “O olhar materno é o caminho para renascer e crescer. As mães, as mulheres olham o mundo não para o explorar, mas para que tenham vida”.

Uma mãe é fonte de amor, apoio, orientação e proteção. Ela é uma guerreira que enfrenta as dificuldades e luta para proteger e cuidar de seus filhos. Ela simplesmente não teme as dificuldades. Sabe que existem e, sobretudo, sabe que precisa enfrentá-las e superá-las.

 Nós, como comunidade, devemos expressar nossa gratidão a todas as mães por tudo o que elas fazem por nós. Devemos lembrar que o amor de uma mãe é uma das maiores formas de amor que existe. É o amor que nos ensina a ser compassivos, a sermos pacientes e a sermos fortes diante das adversidades.

No entanto, também devemos lembrar que nem todas as mães têm a oportunidade de viver plenamente sua maternidade. Algumas mães sofrem devido a doenças, violência, pobreza ou outras circunstâncias difíceis. Para essas mães, devemos oferecer nossa compaixão, nosso apoio e nossa oração.

Nenhuma mãe esquece de seu filho, assim como nenhum filho esquece de sua mãe — mesmo as mães que faleceram, continuam sendo mães, mesmo quando seus filhos precisam de orações e apoio. 

Para as mães falecidas, como a minha querida mamãe, que lembro com saudade e rendo meu preito de gratidão pelo seu testemunho cristão e abnegação, elevamos orações a Deus e oferecemos sufrágios nas Santas Missas pelo seu eterno descanso! Esta data é propícia para encomendar uma missa pelas mães e avós falecidas!

Neste Dia das Mães, vamos agradecer a Deus pelo presente maravilhoso das mães e pedir a Ele que abençoe todas as mães do mundo. Que possamos ser gratos pelas mães que temos em nossas vidas e nos comprometermos a amá-las e honrá-las todos os dias do ano.

Que Deus abençoe todas as mães e suas famílias.

Saudações em Cristo!

+ Eurico dos Santos Veloso

Arcebispo Emérito de Juiz de Fora (MG)