Com Cristo, vamos vencer todas as tentações!

Vencer as tentações, Jesus é tentado no deserto, caminhando na solidão do deserto
aqui

Queridos irmãos e irmãs,

Hoje, conforme iniciamos nossa jornada espiritual rumo à Páscoa na última Quarta-Feira de Cinzas, somos chamados a refletir sobre o significado do primeiro domingo da Quaresma. Este é um tempo sagrado, no qual nos voltamos para Deus com todo o nosso coração, buscando renovar nossa fé e nosso compromisso com Ele.

O Evangelho deste primeiro domingo da Quaresma nos relata o período em que Jesus passou no deserto, enfrentando as tentações de Satanás. É um relato poderoso que nos mostra a força e a determinação de Jesus em resistir ao mal. Em Mateus 4,1-11, somos lembrados das palavras de Jesus: “Está escrito: ‘Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus’” (Mateus 4,4). Essas palavras nos lembram da importância de confiar em Deus em meio às provações e tentações da vida.

Assim como Jesus, nós também enfrentamos tentações em nossas vidas. A Quaresma nos convida a refletir sobre essas tentações e a buscar força e orientação em Deus para resistir a elas. Em Tiago 4,7, lemos: “Portanto, sujeitem-se a Deus. Resistam ao diabo, e ele fugirá de vocês”. Esta é uma promessa poderosa que nos lembra da vitória que podemos alcançar quando confiamos em Deus.

A Quaresma é um tempo de penitência, oração, jejum, conversão de vida, mudanças de atitudes e de comportamentos e renovação espiritual. É um tempo para nos voltarmos para Deus em arrependimento e para nos afastarmos do pecado. Em Joel 2,12, Deus nos chama: “Agora, porém, diz o Senhor: Voltem-se para mim de todo o coração, com jejum, lamento e pranto”. Que possamos responder a esse chamado com sinceridade e humildade, buscando a reconciliação com Deus e com os outros.

Que este tempo de Quaresma seja para nós uma oportunidade de crescimento espiritual e renovação. Que possamos nos dedicar à oração, ao jejum e à caridade, buscando nos aproximar mais de Deus e de nossos irmãos e irmãs. Que o Espírito Santo nos guie e nos fortaleça ao longo desta jornada, para que possamos emergir dela como pessoas transformadas e renovadas em Cristo.

Que assim seja. Amém.

+Anuar Battisti
Arcebispo Emérito de Maringá (PR)