Casal briga, cruz na sua casa

Certa vez, um casal brigou. Brigou feio. E não era a primeira vez. Desta vez, o marido não aguentou. Saiu de casa e começou a andar numa estrada. Quero respirar novo ar, dizia ele para si mesmo.

Lá na frente, viu um homem carregando uma cruz. Andou mais depressa. Quando chegou perto, reconheceu: É Jesus! Coitado! Lembrou-se do Cirineu, aproximou-se dele e disse: “Eu posso ajudar o Sr.?”

Jesus olhou para ele com seu rosto ensanguentado e disse: “A sua cruz está lá na sua casa!”

Jesus teve a sua cruz, nós temos a nossa. O casamento é uma cruz, mas é uma cruz doce como o mel. Não só o casamento, mas também a vida sacerdotal e religiosa. Entretanto, essa cruz pode ser amarga, se não soubermos carregá-la.

Maria Santíssima carregou a sua cruz com generosidade e alegria. Santa Maria, rogai por nós!