95ª. Semana Eucarística

“Eis o mistério da Fé”

184

PRECISO MUITO TE AJUDA !
Divida desse mês é de R$ 514,00 (referente a mensalidade do servidor do site) Data para acertar o pagamento: 17/06
Valor arrecadado: R$ 104,89
FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR
PIX CHAVE EMAIL: doacao@catequizar.com.br
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

A Semana Eucarística acontece, anualmente, durante a semana de Corpus Christi, e neste ano ocorreu de 26 de maio a 2 de junho. Essa semana aconteceu para nos chamar a atenção para a Eucaristia, que é o cerne da Igreja, e para que possamos nutrir no nosso coração o amor por Jesus Eucarístico.

A 95ª. Semana Eucarística da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro tem como tema: “Eucaristia: Solidariedade de Deus com a humanidade” e, como lema, “Quem tiver alimentos, reparta com quem não tem” (cf. Lc 3,11).

Essa semana é marcada por horários de adoração ao Santíssimo Sacramento, celebração da Santa Missa, formação catequética sobre a Eucaristia e momentos que proporcionem a devoção dos fiéis à Eucaristia. Por isso, nessa semana é propício deixarmos as nossas Igrejas abertas proporcionando que as pessoas entrem e façam seu momento de oração.

Nessa semana, também, pode ocorrer tríduo Eucarístico em preparação à Solenidade de Corpus Christi, podendo ocorrer adoração ao Santíssimo, antes da Santa Missa. A Igreja se prepara e dedica uma semana inteira à Eucaristia, porque ela é o alimento da alma e, por meio da Eucaristia, nos vem a salvação. Sem a Eucaristia, a Igreja não teria razão de ser e ela sustenta a vida dos fiéis.

A Santíssima Eucaristia é o sacramento do dom, ou seja, a Eucaristia é doada a nós, como alimento de salvação. A Eucaristia é o sacramento do amor, de um Deus que se doa por amor a cada um de nós. Jesus, antes de morrer na cruz e ressuscitar, quis deixar para nós um memorial, a fim de que sempre lembrássemos dele. Esse memorial é a Eucaristia.

A Eucaristia nos leva a ser missionários. Que com essa Semana Eucarística, nossos corações se abram para Cristo e possamos viver esse momento único de fé. Que sejamos todos discípulos e missionários do Senhor, participemos da Semana Eucarística e, sobretudo, da quinta-feira de Corpus Christi e sejamos todos comprometidos com o anúncio da salvação.

O Concílio Ecumênico Vaticano II afirmou que o sacrifício eucarístico é fonte e centro de toda a vida cristã. Na Santíssima Eucaristia está contido todo o tesouro espiritual da Igreja, ou seja, o próprio Cristo, nossa Páscoa e o pão vivo e verdadeiro que se dá em alimento aos homens mediante a ação vivificadora do Espírito Santo. Por isso, o olhar da Igreja volta-se continuamente para Cristo presente no sacramento do altar, onde é plenificado o amor de Deus pelos homens.

A partir do mistério pascal, nasce a Igreja, dessa forma a Eucaristia é o sacramento do mistério pascal por excelência. Podemos observar isso no livro dos Atos dos Apóstolos, em que relata as primeiras imagens da Igreja, dizendo que a comunidade era assídua no ensinamento dos apóstolos e na fração do pão. Podemos entender a fração do pão como a Eucaristia.

Praticamente dois mil anos depois, nós repetimos a mesma cena, primeiramente, ouvimos o ensinamento do padre pela explanação das leituras apresentadas e depois participamos atentamente da fração do pão e comungamos. O momento da consagração não é um mero “teatro” em que o presbítero decora aquilo que Jesus disse há mais de dois mil anos, mas é trazer de maneira real para o presente, aquele gesto que Jesus fez na última ceia.

A Eucaristia é mistério da fé, quando o sacerdote diz isso após a consagração e respondemos: “Anunciamos Senhor a vossa morte e proclamamos a vossa ressurreição, vinde Senhor Jesus”, ao afirmar isso queremos dizer que do mesmo modo que anunciamos a morte do Senhor na Sexta-Feira Santa, proclamamos a sua ressureição no Domingo de Páscoa. Quem nos atesta que Cristo ressuscitou dos mortos é o Espírito Santo, ou seja, o mesmo Espírito que faz com que as espécies do pão e do vinho se tornem Corpo e Sangue de Cristo.

Por isso, a Eucaristia, presença salvífica de Jesus na comunidade dos fiéis e seu alimento espiritual, é o que de mais precioso pode ter a Igreja no seu caminho ao longo da história. Dessa forma, devemos cuidar e zelar da Eucaristia, celebrar a missa com respeito e devoção e depositar o Senhor no Sacrário com cuidado, mantendo a capela do Santíssimo Sacramento sempre limpa e florida.

A Igreja é local de silêncio em que entramos para rezar e meditar o mistério eucarístico. Toda vez que entramos em uma Igreja, devemos visitar a Capela do Santíssimo Sacramento, onde o Senhor repousa e ali Ele escutará a nossa oração. Sempre que passarmos em frente a uma Igreja, fazer sobre nós o sinal da cruz, em sinal de respeito e adoração ao Senhor que está ali naquele local. A Igreja é um local sagrado, por isto dedicado à Deus, e pela presença da Eucaristia e devemos ter um total respeito.

Celebremos com fé e devoção a conclusão dessa 95ª Semana Eucarística e o dia de Corpus Christi, tendo no coração a certeza de que a Eucaristia faz a Igreja e, a partir disso, devemos ser discípulos e missionários do Senhor, seja onde for. Que Deus nos abençoe.

Orani João, Cardeal Tempesta, O. Cist.
Arcebispo Metropolitano de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ